Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    “Brat”: álbum que pintou web de verde é o mais bem avaliado de 2024

    Disco de Charli XCX tem a melhor média de avaliação no Metacritic, site que reúne resenhas dos principais portais

    Álbum "Brat" é o nome do novo álbum de Charli XCX, lançado na última sexta-feira (7)
    Álbum "Brat" é o nome do novo álbum de Charli XCX, lançado na última sexta-feira (7) Reprodução/X

    Flávio Ismerimda CNN São Paulo

    O “Brat“, novo álbum de Charli XCX que inundou as redes sociais com memes da cor verde, é o disco lançado em 2024 mais bem avaliado no Metacritic. O site reúne as resenhas feitas pelos principais veículos especializados, como o Pitchfork e a Rolling Stone.

    O álbum, lançado na última sexta-feira (7), já acumula 23 avaliações e tem uma média de 95 pontos, a maior registrada dentro os lançamentos de 2024 no portal. “Cowboy Carter”, de Beyoncé, vem na segunda posição, com 91; “Funeral Of Justice”, de Mdou Moctar, fecha o pódio, com 90.

    Além disso, “Brat” ocupa o posto de 16º melhor álbum de todos os tempos no Metacritic, ficando atrás de clássicos como “DAMN” e “To Pimp A Butterfly”, de Kendrick Lamar.

    O que dizem as reviews?

    A crítica do The Guardian, que atribuiu nota máxima ao disco da cantora britânica, elogia as composições e o tom experimental do álbum de Charli, que, segundo o texto, não se rende às estratégias usuais da música pop, que teme em abordar os mesmos temas.

    “A maioria de seus colegas superstars está ocupada fazendo músicas pouco confiáveis ​​sobre como é difícil ser famoso. No entanto, Charli nunca perdeu de vista o quão difícil é ser humano”, diz o texto.

    Já a Rolling Stone, que fez uma das menos elogiosas resenhas do álbum, atribuindo quatro de cinco estrelas possíveis, destaca o cruzamento das batidas dançantes com letras que instigam reflexões profundas e mostram uma confusão mental típica da pista de dança.

    “Em seu sexto álbum, ela fica fora, na rua, até altas horas e se esforça mais do que nunca. Enquanto ela está girando na pista de dança, ela também está girando em sua cabeça, investigando profundamente os tipos de inseguranças e medos reservados para a reviravolta na manhã seguinte”, define a revista norte-americana.

    “Brat” dominou as redes sociais

    O lançamento do álbum é o culminar de uma campanha de divulgação encampada pelos fãs brasileiros da cantora, que encheram redes sociais como o X, antigo Twitter, e o Instagram de referências à identidade visual de “Brat”.

    A capa do novo disco é simples, marcada por uma cor que ficou conhecida como “verde Brat” e encheu as timelines das pessoas de memes e as notas do Instagram de quadradinhos da cor do álbum.

    Além de promover “Brat” usando pequenos caminhões revestidos com LED em cidades como Londres e Paris, a cantora também trocou todas as capas dos seus outros álbuns em plataformas de streming musical para a identidade visual do novo disco, mantendo apenas a cor-símbolo de cada um deles.

    Charli XCX e o Brasil

    Além de se apresentar no Brasil em 22 de junho, em São Paulo, Charli também inseriu em “Brat” uma batida de funk brasileiro. O ritmo está presente na música “Everything is Romantic”.

    O show da cantora britânica será no formato “DJ set”, no qual as músicas pré-gravadas da artista são mixadas. Os ingressos já estão esgotados.

    Como funciona o uso de IA para gerar playlists de música

    *Com informações de Ana Beatriz Dias, Nicoly Bastos e Giovana Christ, da CNN em São Paulo