Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Da Copa para as telas: Neymar, Pelé e mais jogadores que já fizeram pontas no cinema

    Desde filmes ganhadores do Oscar até dramas de época, os esportistas mostram que levam jeito também fora de campo

    Neymar em "“xXx: Reativado”
    Neymar em "“xXx: Reativado” Reprodução/YouTube

    Isabella Fariada CNN

    em São Paulo

    Não é novidade que cinema e futebol se misturam. O tema sempre é trazido para as telonas e para o streaming em documentários, cinebiografias e filmes de ficção. Porém, participações especiais tem um gostinho diferente, ainda mais quando são inusitadas.

    Já que estamos na Copa do Mundo do Catar vamos lembrar do cinco filmes com pontinhas de jogadores que também já brilharam em outras Copas.

    Neymar – “xXx: Reativado”

    Neymar em ““xXx: Reativado” (2017) / Reprodução/YouTube

    Começando com o Brasil, temos Neymar no terceiro filme da série que estrela Vin Diesel como Xander Cage. É a estreia de Neymar no mundo do cinema, interpretando ele mesmo.

    O jogador contracena com Samuel L. Jackson que é Augustus Gibbons, um agente do governo americano que recruta pessoas para missões especiais. Augustus, então, tenta convocar Neymar que nega, dizendo: “Eu sou só um jogador de futebol”. Ao fim da cena, o esportista salva Augustus ao chutar um objeto bem na cabeça de um assaltante. “E você diz que não é um herói….”, diz o agente.

    Depois de sua estreia, Neymar ainda apareceu na série “La Casa de Papel” e na comédia nacional “Os Parças”.

    David Beckham – “Rei Arthur: A Lenda da Espada”

    David Beckham em “Rei Arthur: A Lenda da Espada” (2017) / Reprodução/YouTube

    O mais versátil dos jogadores não é estranho ao mundo fora dos gramados. Além de ter uma marca de roupas, o inglês David Beckham já foi modelo e apareceu em diversos filmes.

    Porém, em alguns deles, David Beckham não interpreta ele mesmo. É o caso de “Rei Arthur: A Lenda da Espada”, onde ele faz o papel de um guarda do reino.

    O nome do seu personagem é Trigger e, apesar de Beckham ter apenas duas falas, a câmera faz questão de ressaltar sua presença no filme aplicando um baita close em seu rosto em uma das cenas.

    Eric Cantona – “Elizabeth”

    Eric Cantona em “Elizabeth” (1998) / Reprodução/YouTube

    O filme sobre os primeiros anos do reinado de Elizabeth I da Inglaterra rendeu um Oscar de Melhor Atriz a Cate Blanchett e uma participação do francês Eric Cantona, como o personagem Monseiur de Foix.

    O jogador começou a estudar atuação durante seu banimento do esporte em 1995, após brigar com um torcedor.

    Depois dessa estreia, continuou no mundo do cinema. Dirigiu seu próprio filme “Apporte-moi ton amour” e participou do longa “À Procura de Eric”, como ele mesmo

    Frank Leboeuf – “A Teoria de Tudo”

    Frank Leboeuf em “A Teoria de Tudo” (2014) / Reprodução

    Creditado apenas como “Médico Suíço”, o francês Frank Leboeuf atua em francês e inglês em uma cena de cerca de um minuto e meio em “A Teoria de Tudo”, que conta sobre a relação entre o famoso cientísta Stephen Hawking e sua esposa.

    Franck contracena o tempo todo com Felicity Jones, interpretando a esposa do físico que, nessa cena, está em uma cama de hospital. O médico sugere desligar os aparelhos, mas a personagem se nega, dizendo que o cientista deve viver.

    O jogador ainda fez pontas em diversas séries como “Camping Paradis” e “Todo Mundo Ama Minha Mãe”.

    Pelé e Bobby Moore – “Fuga para a Vitória”

    Elenco de “Fuga Para a Vitória” (1980) / Divulgação

    Poucos filmes conseguiram reunir um elenco tão eclético e, ao mesmo tempo, tão específico. Michael Caine, Sylvester Stallone, Max Von Sydow, Pelé e Bobby Moore se reúnem para contar a história de uma partida de futebol entre nazistas e aliados.

    O jogo acontece em um campo de prisioneiros e, enquanto os nazistas buscam uma vitória para usá-la como propaganda da nação, os aliados planejam uma fuga durante a partida.

    Além de estrelas como Pelé e Moore, outros diversos jogadores são “figurantes” no longa: Osvaldo Ardilles, John Wark e Russell Osman são alguns dos nomes que apareceram nas telonas pela primeira vez.

    Este é o terceiro filme de Pelé, que antes já havia estrelado um clássico da pornochanchada: “Os Trombadinhas”.