Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    David McCallum, estrela da série “NCIS”, morre aos 90 anos em Nova York

    Ator morreu de causas naturais cercado por sua família no Hospital Presbiteriano de Nova York

    David McCallum deixa quatro filhos e oito netos
    David McCallum deixa quatro filhos e oito netos Sonja Flemming/CBS via Getty Images

    Brian Lowryda CNN

    O ator David McCallum, de 90 anos, conhecido por seu papel na série “NCIS”, da “CBS”, morreu, nesta segunda-feira (25), segundo a rede de televisão.

    “Ele era o pai mais gentil, legal, paciente e amoroso”, escreveu seu filho Peter McCallum em comunicado da família, fornecido pela CBS. “Ele sempre colocou a família antes de si mesmo.”

    McCallum morreu de causas naturais cercado por sua família no Hospital Presbiteriano de Nova York, disse a CBS.

    “David era um ator e autor talentoso e amado por muitos ao redor do mundo”, citava o comunicado da rede.

    “Ele levou uma vida incrível e seu legado viverá para sempre por meio de sua família e das inúmeras horas no cinema e na televisão que nunca irão embora. Sentiremos falta de seu calor e senso de humor cativante que iluminava qualquer sala ou palco em que ele pisava, bem como das histórias brilhantes que ele frequentemente compartilhava de uma vida bem vivida.”

    Nascido na Escócia, McCallum teve sua grande chance nos Estados Unidos (depois de vários papéis na televisão britânica) na série de espionagem dos anos 1960 “The Man From U.N.C.L.E”, fazendo o papel de Illya Kuryakin, ao lado do suave espião de Robert Vaughn, Napoleon Solo.

    McCallum recebeu duas indicações ao Emmy pelo programa e trabalhou continuamente desde então, incluindo papéis nos filmes “The Great Escape” e “A Night to Remember”.

    Ele também estrelou um episódio memorável da misteriosa série de antologia de ficção científica “The Outer Limits”, “The Sixth Finger”, interpretando um homem comum que se voluntaria para passar por um avanço evolutivo em velocidade acelerada.

    McCallum voltou à televisão como protagonista na série da NBC de 1975, “The Invisible Man”, mas o programa, apesar de seus efeitos especiais inovadores, durou uma única temporada.

    Seu improvável último ato na TV veio com o procedimento criminal da CBS “NCIS”. McCallum interpretou o médico legista Donald “Ducky” Mallard, um profissional excêntrico e habilidoso que serviu como patriarca dos investigadores do programa.

    McCallum deixa sua esposa Katherine McCallum e três filhos (Paul McCallum, Valentine McCallum e Peter McCallum), sua filha Sophie McCallum e oito netos.

    Veja também: Mulher é morta por jacaré de 4 metros na Flórida

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original