Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Dia do Rock: saiba por que a data é celebrada em 13 de julho

    Festival beneficente Live Aid, em 1985, foi o responsável por reunir grandes nomes da música e marcar a data que hoje comemora o estilo musical

    Da CNN

    O Brasil comemora no dia 13 de julho o Dia do Rock, uma data dedicada ao estilo popularizado a partir da década de 1950 e que trouxe ao mundo alguns dos maiores nomes da história da música, como The Beatles, Rolling Stones, Bob Dylan, Elvis Presley, Queen, Led Zeppelin, entre tantos outros.

    O marco é celebrado no 13 de julho por causa de um grande festival realizado em 1985, chamado Live Aid, com shows beneficentes realizados em dois lugares diferentes: os estádios Wembley, em Londres (Inglaterra), e John F. Kennedy, na Filadélfia (EUA).

    Idealizado pelo cantor e compositor irlandês Bob Geldof, o Live Aid pretendia arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia. Durante as apresentações, o público era incentivado a ligar para um número de telefone e fazer doações.

    Um elenco com grandes nomes do rock foi convocado para os concertos: na Filadélfia, por exemplo, o Black Sabbath e o Led Zeppelin se reuniram com suas formações clássicas – no caso do segundo, Phil Collins ocupou o lugar do baterista John Bonham, morto em 1980.

    Outros destaques no palco americano foram Bob Dylan, Mick Jagger (com Tina Turner), Crosby Stills Nash & Young, Eric Clapton, The Beach Boys, Santana e Madonna.

    Já o show de Londres teve como momento mais famoso, provavelmente, a apresentação do Queen, que também foi encenado na cinebiografia “Bohemian Rhapsody”, pelo qual Rami Malek ganhou o Oscar de Melhor Ator por interpretar Freddie Mercury. Nesse mesmo palco, ainda se apresentaram Elton John, The Who, David Bowie, U2 e Dire Straits, entre outros.

    Phil Collins, por sua vez, participou de ambos os concertos – ele pegou um avião Concorde para viajar de Londres à Filadélfia e garantir sua presença nos dois palcos.

    Segundo estimativas, o evento reuniu cerca de 72 mil pessoas em Wembley e 90 mil na Filadélfia, além de milhões que acompanharam, em 100 países, os shows ao vivo por TV e rádio. Os números variam, mas, na época, veículos de imprensa estimaram que o Live Aid arrecadou pelo menos 40 milhões de libras esterlinas.

    Publicado por Marcelo Freire