Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Doja Cat responde a críticas por suposta “tatuagem demoníaca”: “Seu medo não é problema meu”

    Cantora postou o significado do desenho em suas redes sociais mas, ainda assim, não convenceu alguns fãs

    Doja Cat debocha de seguidores que reprovaram sua suposta "tatuagem demoníaca"
    Doja Cat debocha de seguidores que reprovaram sua suposta "tatuagem demoníaca" Reprodução/Instagram/Doja Cat

    Leticia Pazerocolaboração para a CNN São Paulo

    A cantora Doja Cat está sendo alvo de críticas nas redes sociais após compartilhar sua nova tatuagem no último sábado (15). Segundo alguns seguidores, a tatuagem seria “demoníaca”.

    Cat postou o significado do desenho em suas redes sociais mas, ainda assim, não convenceu alguns fãs. Segundo ela, a tatuagem representa um demônio do livro “De Monstruorum Causis, Natura et Differentiis”, obra de 1634 do filósofo italiano Fortunio Liceti.

    “Seu medo não é problema meu”, escreveu ela na legenda do post que explicava o significado. Nas fotos, Doja compartilhou algumas outras opções de desenho com um texto que mostra que, na verdade, essas imagens seriam a representação do artista italiano sobre pessoas ou animais com algum tipo de deficiência.

    O texto diz que Liceti não via as deformações como algo negativo. “Está dito que eu vejo a convergência em ambos: Natureza e arte. Porque mesmo que um ou outro não consiga fazer o que eles querem, eles fazem o que conseguem”, escreveu.

    Em meio à toda essa polêmica, Doja ainda viu seu nome entrar na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo na categoria “pioneiros” e, no Twitter, tirou sarro dos críticos após os comentários negativos. “Se vocês estão me chamando de demoníaca, faz sentido de verdade, porque, tipo, eu amo que vocês entenderam”.

    Ainda em tom de deboche sobre as opiniões dos internautas, a cantora fez um stories no Instagram: “Satã agradece todo esse barulho”.

    / Reprodução/Instagram/Doja Cat