Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Ex-dublê de Harry Potter lança documentário sobre vida após acidente que o paralisou

    David Holmes trabalhava com o ator do filme “Pedra Filosofal” até “Relíquias da Morte Parte 1”, quando sofreu um acidente

    David Holmes trabalhou com Daniel Radcliffe até “Relíquias da Morte Parte 1”, quando sofreu um acidente que o paralisou
    David Holmes trabalhou com Daniel Radcliffe até “Relíquias da Morte Parte 1”, quando sofreu um acidente que o paralisou Reprodução / HBO

    Rafael Farias Teixeiracolaboração para a CNN

    São Paulo

    David Holmes trabalhava como dublê de Daniel Radcliffe, enquanto o ator representava Harry Potter de “Pedra Filosofal” até “Relíquias da Morte Parte 1”, quando sofreu um acidente durante uma manobra, que quebrou o seu pescoço e o deixou paralisado do peito para baixo.

    Agora Holme conta sua história por meio do seu documentário ““David Holmes: The Boy Who Lived” (o menino que sobreviveu, em referência a como Harry é chamado em alguns momentos da série literária), que sai pela HBO e conta com o próprio Radcliffe como produtor executivo e um dos entrevistados.

    Segundo a sinopse oficial: “O filme é a história de amadurecimento do dublê David Holmes, um prodigioso ginasta adolescente de Essex, Inglaterra, que foi selecionado para interpretar o dublê de Daniel Radcliffe no primeiro filme de ‘Harry Potter’, quando Daniel tinha apenas 11 anos. Nos 10 anos seguintes, os dois formam um vínculo inseparável, mas no penúltimo filme, um trágico acidente no set deixa David paralisado com uma lesão debilitante na coluna, virando seu mundo de cabeça para baixo. À medida que Daniel e seus colegas mais próximos se reúnem para apoiar David e sua família em momentos de necessidade, é o extraordinário espírito de resiliência de David que se torna sua maior fonte de força e inspiração.”

    A sinopse ainda diz que o documentário apresenta imagens pessoais filmadas ao longo da última década, além de material de bastidores do trabalho de dublê de Holmes, cenas de sua vida atual e entrevistas com David, Daniel Radcliffe, amigos, família e ex-equipe. “O filme também reflete temas universais de conviver com a adversidade, crescer, forjar identidades em um mundo incerto e os laços que nos unem e nos elevam.”

    Essa não é a primaira vez que Holmes e Radcliffe trabalham juntos. Segundo o site da “Variety”, durante a pandemia de 2020, os dois uniram forças para lançar o podcast “Cunning Stunts”, no qual lançaram uma luz maior sobre os dublês de Hollywood.

    “David Holmes: The Boy Who Lived” no dia 15 de novembro, naHBO e estará disponível para transmissão no Max.

    Holmes usou seu Instagram para comemorar a divulgação do documentário. “Finalmente o dia chegou. Agora posso compartilhar com vocês todo o projeto secreto e quatro anos de trabalho árduo que foram necessários para a criação deste filme. Ser dublê era minha vocação na vida, e dublar Harry era o melhor trabalho do mundo”, escreve na legenda.

    “Em janeiro de 2009, sofri um acidente num ensaio de dublê que mudou minha vida para sempre. Este filme conta a história não apenas de minhas conquistas diante das câmeras, mas também dos desafios que enfrento todos os dias e de minha atitude geral em relação à vida depois de sofrer uma fratura no pescoço.”

    “Só consigo viver por causa do amor e do apoio que tenho a sorte de ter tido. E é graças a esse amor e apoio que posso compartilhar minha jornada com todos vocês”, agradece no post.