Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Filho de Faustão fala sobre estado de saúde do pai e agradece apoio: “Ele está bem”

    Filho do apresentador publicou um vídeo agradecendo o apoio dos fãs nesta quinta-feira (24)

    Faustão e seu filho João Guilherme Silva
    Faustão e seu filho João Guilherme Silva Reprodução

    Lyncon Pradellacolaboração para a CNN

    Florianópolis

    O filho do apresentador Fausto Silva, João Guilherme Silva, atualizou seus seguidores nesta quinta-feira (24) sobre o estado de saúde do pai, internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, devido a complicações de insuficiência cardíaca.

    Em um vídeo publicado em seu Instagram, João agradeceu o apoio que ele e sua família estão recebendo desde que a internação de Faustão, de 73 anos, se tornou pública.

    “Galera, essa mensagem aqui é para agradecer a todos vocês por todas as mensagens que vocês mandaram, pelas orações. Fiquei impressionado com a mobilização de todos vocês e isso dá muito orgulho para gente”, disse o também apresentador.

    Na sequência, João comentou rapidamente sobre o quadro de saúde do pai.

    “E queria dizer também para vocês que ele tá bem, estamos na luta, todo mundo com muita esperança e certeza que vai dar tudo certo. Vamos para luta, galera”, finalizou.

    A publicação recebeu uma onda de comentários positivos de fãs e várias personalidades famosas.

    “Tô com vocês meu irmão”, comentou o cantor Luan Santana. “João estamos sempre juntos”, escreveu a apresentadora Adriane Galisteu. “Você é um orgulho para esse paizão viu. Nossa família toda está com vocês sempre. Amamos vocês”, reforçou o ator Leandro Hassum.

    Internado desde o dia 5 de agosto para tratar de uma insuficiência cardíaca, Faustão terá de passar por um transplante cardíaco e está na fila de espera do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) do Ministério da Saúde.

    De acordo com o HCor, hospital em São Paulo referência no tratamento de doenças do coração, o apresentador poderá esperar entre dois a três meses por um coração.

    O último boletim médico do apresentador foi publicado no domingo (20). Nele, a equipe do Hospital Albert Einstein detalha um quadro de prioridade para o procedimento. Faustão está sob cuidados intensivos, tomando medicamentos para auxílio na força de bombeamento do coração.

    Em 5 de agosto, Fausto Silva deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein para tratamento de insuficiência cardíaca, condição que vem sendo acompanhada desde 2020. Ele encontra-se sob cuidados intensivos e, em virtude do agravamento do quadro, há indicação para transplante cardíaco. O paciente está em diálise e necessitando de medicamentos para ajudar na força de bombeamento do coração. Fausto Silva já foi incluído na fila única de transplantes, regida pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que leva em consideração, para definição da priorização, o tempo de espera, a tipagem sanguínea e a gravidade do caso”, diz o boletim médico.

    Entenda o que é diálise

    A diálise, procedimento no qual o apresentador está submetido, é um termo abrangente para um mecanismo utilizado para remoção de solutos, como ureia, creatinina, potássio, que podem estar em níveis maiores que o permitido no corpo do indivíduo, segundo Américo Cuvello Neto, coordenador do Centro de Nefrologia e Diálise do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

    O procedimento pode ser a hemodiálise, quando é feita através de uma máquina, com uma membrana sintética que realizará as trocas e filtragem do sangue. Popularmente, a máquina de diálise é conhecida como “rim artificial”.

    Também pode ser feito através da diálise peritonial, na qual é colocado um cateter no abdômen do paciente e o próprio peritônio — uma membrana que recobre as alças intestinais — faz o mecanismo de troca.

    O doutor também pontua que esse é um tipo de tratamento de “suporte”, ou “tratamento-ponte”, não sendo ele, sozinho, que vai curar o paciente. Em vez disso, a diálise auxilia a manter a pessoa estável até que seja proporcionado o tratamento definitivo (se possível), como, por exemplo, transplante de órgão.

    (Com informações de Flávio Ismerim, Isabelle Saleme e Carolina Figueiredo, da CNN)