Grammy Awards é adiado devido ao aumento de casos de Covid-19

Uma das mais importantes premiações do universo da música aconteceria no dia 31 de janeiro; nova data ainda não foi divulgada

Premiação do Grammy é adiada
Premiação do Grammy é adiada REUTERS/Mario Anzuoni

Megan Thomasda CNN

Ouvir notícia

Os organizadores do Grammy Awards, agendado para o final deste mês, adiaram o evento, citando o aumento da Covid-19.

“Após cuidadosa consideração e análise com autoridades municipais e estaduais, especialistas em saúde e segurança, a comunidade artística e nossos muitos parceiros, a Recording Academy e a CBS adiaram o 64º GRAMMY Awards Show”, anunciaram a CBS e a Recording Academy em um comunicado.

“A saúde e a segurança daqueles em nossa comunidade musical, do público ao vivo e das centenas de pessoas que trabalham incansavelmente para produzir nosso show continua sendo nossa prioridade.”

“Dada a incerteza em torno da variante Omicron, realizar o show em 31 de janeiro simplesmente contém muitos riscos. Estamos ansiosos para celebrar a Biggest Night® da música em uma data futura, que será anunciada em breve”, acrescentou o comunicado.

Nesta segunda-feira (3), os Estados Unidos bateram recorde e registraram 1.083.948 novos casos de Covid-19, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. O número é quase o dobro das 590 mil infecções relatadas em 26 de dezembro de 2021.

Mais Recentes da CNN