Gusttavo Lima comemora sucesso de shows na internet e conta destino das doações

Cantor revela ter arrecadado R$ 1 milhão e mil toneladas de alimentos com lives na quarentena

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Gusttavo Lima falou à CNN sobre a live com 7 horas de duração que fez na noite de sábado (11), atingindo milhões de pessoas que acompanharam em tempo real a apresentação nas redes sociais. O cantor contou para onde vão as doações arrecadadas e fala de sua esperança de que a vida voltará ao normal o mais rápido possível.

O cantor afirma que a ideia dos shows onine surgiu ao receber pedidos de quem estava com saudade de seus shows. “Os fãs começaram a cobrar, ‘quando você vai fazer uma live? A gente quer ver você tocando as músicas dos shows, os sucessos’. Quis fazer uma coisa mais pensada, elaborada, levar mais um pouco de qualidade para eles. A gente desenvolveu um formato bacana para levar melhor qualidade de áudio e imagem”, explica, confessando ter ficado surpreso com a repercussão. 

“Bombou a primeira live, a gente não esperava o sucesso que ia ter. Com essa que fizemos ontem conseguimos bater 58 milhões de pessoas vendo a gente.É bacana ver artistas, não só sertanejos mas de todos os estilos, usando esse formato não só para fazer seus shows, mas para ajudar as pessoas”, comemora.

Doações

Cada apresentação arrecada alimentos e doações em dinheiro. “São tantas entidades, instituições que necessitam que o que vem de cada Estado a gente está destinando a cada Estado. Arrecadamos mais de 1 mil toneladas de alimentos, mais de R$ 1 milhão que serão destinados a instituições como Sesc, Abrinq, Apae, casas que ajudam dependentes químicos… É muito bacana ajudar a essas pessoas. Temos de parabenizar os artistas e fãs que estão fazendo sua parte”.

Passada a quarentena, as lives vão continuar? “É algo a se pensar, fazer uma live por mês. Esse recorde de visualizações é porque as pessoas estão isoladas com suas famílias, não têm opção de ir a uma festa, a um show, a um bar”, acredita ele, que contou ainda que os profissionais que cuidam da estrutura dos shows sentem os efeitos da paralisação das atividades.

“O setor de produção business está sofrendo muito. Não só os artistas mas os carregadores, pessoal que monta palco, brigadistas, é toda uma cadeia. A gente está ajudando do jeito que pode. [Para] Pessoas que cantam em barzinho, restaurantes, criamos um fundo para mandar alimentos para essas famílias”.

Gusttavo também deixou sua mensagem de esperança: “Queria pedir a todo mundo pra gente ter calma, nesse momento ter paciência. Vamos ficar em casa, resguardar as pessoas de risco. Se você tiver que sair, se proteja, pois você pode levar contaminação para sua família. Temos que ter sabedoria, paciência e não criar pânico. Tudo isso vai passar, se Deus quiser. Como diz o ditado: a guerra nunca para, mas essa batalha a gente vai vencer”.

Mais Recentes da CNN