Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Harry Styles fala sobre privacidade e sexualidade em nova entrevista

    “Acho que todo mundo, inclusive eu, tem sua própria jornada para descobrir a sexualidade e ficar mais confortável com isso", disse o cantor em entrevista à revista "Rolling Stone"

    Scottie Andrewda CNN

    Mesmo a maior estrela pop do mundo fica desconfortável quando seus relacionamentos privados se tornam públicos.

    Harry Styles, ex-ídolo adolescente do One Direction e atual superstar em carreira solo, refletiu sobre sua vida privada altamente divulgada e dissecada em uma nova entrevista com a revista “Rolling Stone”.

    Nela, ele abordou tudo, desde acusações de “queerbaiting”, de que estaria se beneficiando de se apresentar como queer sem se identificar publicamente como queer, até seu relacionamento romântico com Olivia Wilde, que dirigiu Styles no próximo filme “Não se Preocupe Querida”.

    O cantor, aparentemente espontâneo, falou sobre os argumentos que as pessoas têm em um esforço para definir sua sexualidade.

    “Às vezes as pessoas dizem: ‘Você só esteve publicamente com mulheres’, e eu não acho que estive publicamente com ninguém”, disse ele a Brittany Spanos, da Rolling Stone.

    “Se alguém tira uma foto sua com alguém, isso não significa que você está escolhendo ter um relacionamento público ou algo assim.”

    Styles também acenou para o fascínio público por sua sexualidade ao discutir seu outro filme que será lançado este ano, “My Policeman”, no qual ele interpreta um policial gay enrustido na década de 1950.

    “Acho que todo mundo, inclusive eu, tem sua própria jornada para descobrir a sexualidade e ficar mais confortável com isso”, disse ele sobre o drama de época e seus temas universais.

    “Não é como, ‘esta é uma história gay sobre esses caras serem gays.’ É sobre amor e sobre perda de tempo para mim.”

    Styles já havia resistido quando perguntado em entrevistas como ele se identifica, dizendo à “Better Homes & Gardens” no início deste ano que “não importa” e que a expectativa de ele definir sua sexualidade está “desatualizada”.

    Alguns o acusaram de lucrar com a estética queer – como usar vestidos e saias ou agitar bandeiras do Orgulho LGBT em shows – sem se identificar publicamente como LGBTQ.

    O cantor de “As It Was” também disse que os fãs criticando sua namorada on-line “não o faz se sentir bem”.

    “Eu só queria cantar. Eu não queria entrar nisso se eu fosse machucar as pessoas assim.”

    O novo filme de Styles com Wilde será lançado em 23 de setembro, e “My Policeman” será transmitido na Amazon em novembro.

    Ambos os filmes vão estrear em festivais de cinema de prestígio antes de seus amplos lançamentos.

    Atualmente, Harry Styles continua a turnê de seu último álbum, “Harry’s House”, com passagens por Nova York, Chicago e Austin, Texas.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original