Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Influencers de limpeza viralizam e chegam a ganhar até R$ 100 mil por publicação

    Nas redes sociais, criadores de conteúdo dão dicas de faxina, organização e até de limpeza de piscinas, com vídeos e publicações bem humoradas sobre o assunto

    Cleanfluencers Rafa Oliveira, Rhuan Félix, Luiz Marquex e Thaís Mayra
    Cleanfluencers Rafa Oliveira, Rhuan Félix, Luiz Marquex e Thaís Mayra Divulgação/Montagem CNN

    Aurora Aguiarcolaboração para a CNN São Paulo

    A rotina de faxinar a casa, lavar a louça ou mesmo limpar piscinas pode parecer banal, mas não para alguns influenciadores. Com conteúdo de limpeza e organização, os cleanfluencers viralizam no Brasil com dicas úteis para a casa, muitos deles com uma boa pitada de humor. 

    A ideia ainda pode ser lucrativa e alguns desses criadores de conteúdo já conquistaram o tão sonhado primeiro milhão, como aconteceu com a Rafa Oliveira.

    Há pouco mais de três anos a curitibana comanda no YouTube o canal “Organize Sem Frescuras”, onde dá dicas sobre organização a quase 2 milhões de seguidores na plataforma. 

    Ela diz já ter alcançado o primeiro milhão de reais. O feito, disse a influenciadora, se deu durante a pandemia. 

    “Foi a época em que eu mais trabalhei e fechei parcerias grandiosas. Empresas que não são do segmento me procuraram por conta do que estava acontecendo. Muitas dessas pessoas ficaram ociosas e começaram a passar o tempo organizando seus espaços”, relembrou.

    O gosto pela organização é herança dos pais. “Minha mãe amava arrumar, e meu pai sempre foi uma pessoa muito organizada, então eu tive esses dois espelhos muito fortes na minha vida”. 

    Antes de se lançar no YouTube, Rafa escrevia artigos para uma revista feminina e em seguida criou um blog. 

    “Naquela época não tinha muitas coisas sobre o assunto e acabei fazendo um curso de personal organizer. Fiquei encantada. Ao mesmo tempo em que ajudava as pessoas, passei a organizar ainda mais a minha casa. E desde então, não saí mais das redes”, contou. 

    Questionada sobre o quão bom e lucrativo é ter 2 milhões de seguidores na plataforma de vídeos, Rafa é direta.

     “Não gosto de ficar mensurando números, gosto de ter o feedback das minhas seguidoras, o impacto que o meu conteúdo traz na vida delas. Elas me veem realmente como uma amiga. Já tive histórias de pessoas que saíram da depressão e até de pessoas que queriam desistir da vida. Organizar a casa é como se fosse uma terapia. Ela proporciona bem-estar à vida das pessoas”, conta a influencer sobre o retorno que tem do público.

    “Quando criei o blog, não tinha pretensão de ganhar dinheiro, mas depois que entendi que eu ficava oito horas diárias montando os meus conteúdos, vi que aquilo era um trabalho, então realmente passei a cobrar”, acrescentou Rafa.

    Sem rodeios, a criadora de conteúdo entregou seu faturamento. Um pacote de publicidade no YouTube mais Instagram fica em torno de R$ 25 a R$ 30 mil. 

    “Mas já fiz vídeos com valores maiores, com parcerias com o Google, por exemplo, onde já ganhei R$ 100 mil”, contou a especialista. 

    Mãe de um casal, Alice, de 13 anos, e Arthur,  de 8, Rafa não pensa em parar. 

    “Vejo eles gostando de organizar os quartos deles e isso é muito prazeroso. É algo que me dá um orgulho imenso. Vejo todos os dias que a organização está mudando a vidinha deles também. Enquanto eu tiver saúde, quero cada vez mais que as pessoas possam ter acesso aos conteúdos que faço, para entender que a organização é realmente muito transformadora”, concluiu Rafa.

    Piscininha, amor

    Outro fenômeno dessa área é Rhuan Félix. Com mais de 3 milhões de seguidores no Tik Tok e 1 milhão no Instagram, o mineiro de Juiz de Fora, de 26 anos, é referência em limpeza de piscinas. 

    Ele começou a limpar os reservatórios em 2019 graças à ajuda de um tio que já trabalhava no ramo. “Estava desempregado e aceitei o trabalho porque não tive nenhuma outra opção”, recordou. 

    Na época, aprendeu o ofício “nada leve”’, mas para que o trabalho ficasse menos sacrificante, passou a publicar sua rotina na plataforma. “Só amigos e familiares que assistiam. Nada viralizou”.

    Um belo dia, como ele mesmo conta, Félix foi chamado para realizar um trabalho pesado: um barranco havia caído dentro da piscina de uma cliente após uma forte chuva na cidade. 

    @rhuanfelixx

    #piscina #limpeza #satisfacao #satisfatorio #satisfying #satisfy #satisfaction #satisfyingvideo #fyp #virall #viraltiktok #fy #foryou #piscinas

    ♬ Witch Familiar (Classical) [Classic](143628) – dice

    “Vi que a situação realmente era difícil. A piscina estava cheia de barro. Disse à mulher que iria tentar fazer o tratamento da água para que não precisasse esvaziar o reservatório. Apliquei os produtos, fiz toda a higienização e o tratamento da água deu certo. Fui para casa, montei o vídeo, só que esse, em específico, eu decidi narrar. Expliquei o passo a passo e depois disso o conteúdo viralizou”, contou o piscineiro.

    Félix conta que depois deste trabalho, surgiram milhares e milhares de pessoas querendo assistir mais conteúdos sobre dicas de limpeza. 

    “Eu os chamo de ‘amantes de piscina’. Eu sempre encerro o conteúdo mostrando o antes e o depois, o que proporciona aquela sensação boa para quem está assistindo.” 

    O jovem mineiro garantiu que ainda não ficou milionário, mas já conseguiu abrir a própria empresa. Ele também comprou dois carros e multiplicou sua renda em mais de 10 vezes. 

     “No TikTok, eu tenho uma monetização que bate US$ 1 mil [aproximadamente R$ 5 mil] por mês, mais as publicidades de marcas”, contou, que cobra por postagem no TikTok a partir de R$ 2 mil.

    O fato de ver a conta bancária cada dia mais recheada não fez com que o piscineiro deixasse totalmente o trabalho.

     “Digamos que hoje eu já não precisaria mais limpar piscinas, mas pela necessidade de criar conteúdo, me mantenho ainda trabalhando para gerar mais e mais vídeos. Meu sonho é conseguir ter ainda mais seguidores, trilhar esse caminho dos grandes influenciadores e viajar limpando piscinas por todo o Brasil, quem sabe em uma tour?”, conclui Félix, aos risos.

    “Limpei, eae!”

    Com o bordão “Limpei, eae!?”, Luiz Marquex é o “rei” da limpeza de utensílios domésticos. 

    Ex-vendedor de x-tudo, o influenciador de 23 anos que vive na cidade de Mesquita, no Rio de Janeiro, viralizou com seus conteúdos em fevereiro de 2022 mostrando a limpeza de uma chapa de fogão. O vídeo rendeu 12 milhões de visualizações. 

    “Pensei que tinha sido sorte”, contou ele. 

    Em abril do mesmo ano, ele decidiu limpar uma frigideira de uma tia. Foram mais de 5 milhões de views em um único dia no Tik Tok. 

    “A primeira coisa que eu limpei sem ser panelas foi um tênis. As pessoas gostaram também. Depois higienizei um ambiente, que deu muito certo. Por ironia da vida, no trabalho que tive antes de vender sanduíches, eu lavava louças em um restaurante, limpava fossa e chão. Meu salário era de R$ 1.500. Isso ainda é muito irônico para mim”, contou o influenciador, 

    Marquex diz que ainda não acredita que ganha até vinte vezes mais do que antigamente. Discreto quando o assunto é dinheiro, Luiz não disse quanto tem no banco, mas disse que chega a receber perto de R$ 10 mil por post publicado no Instagram. 

    “Foi tudo muito rápido. Como é que você passa de uma situação de ter que dividir algo ou juntar para ter uma coisa e depois para uma situação totalmente inversa? Hoje eu moro sozinho e ajudo a minha família, mas é preciso ter os pés no chão”, ponderou Luiz. 

    Mas, o influenciador também não escapa da parte ruim das redes sociais. Ele disse que é criticado por realizar esse trabalho por ser associado por parte dos internautas como sendo do “universo feminino”.

    “A sociedade até agora tem esse julgamento de dizer que faxina é tarefa de mulher. As pessoas precisam mudar esse pensamento. É uma questão de autonomia. Todo o ser humano tem que saber o básico de como se manter e viver organizadamente em um ambiente limpo”, analisou.

    Seus próximos passos para diversificar o feed de suas redes sociais, segundo ele contou, serão ousados.

     “Para esse segundo semestre, quero começar a criar conteúdos que se conectem mais com o que está acontecendo no mundo, como lavar carros esportivos enquanto acontece o lançamento de um novo filme da franquia de ‘Velozes e Furiosos’, por exemplo”, entregou o influenciador. 

    Apaixonada

    Quem é mãe sabe na pele a dificuldade de conciliar o trabalho com a educação dos filhos e os cuidados com a casa. Thaís Mayra tem 32 anos, mora em Campo Grande, no Rio Grande do Sul e está à espera do terceiro filho. 

    Ex-auxiliar de um consultório dentário, a dona de casa decidiu pedir demissão assim que engravidou da primeira filha, Valentina. 

    “Não tinha como pagar alguém para ficar com ela, então decidi ficar em casa, e logo veio o Heitor. Me vendo com duas crianças, sem muita perspectiva e sem rumo, pensei em gravar a minha rotina. Comecei há quatro anos dando dicas de limpeza, de produtos e como eu fazia tudo aquilo sem pirar”, disse.

    Considerada uma das dez influenciadoras de limpeza mais seguidas no Instagram, Thaís hoje comanda o perfil @apaixonada.pelo.meular. Ela acaba de renovar por mais um ano um contrato valioso com uma famosa marca de produtos de limpeza. 

    A criadora de conteúdos já cerca de 200 empresas e cobra em média R$ 7.500 por publicação no Instagram. 

    “Não só pelo dinheiro, mas pela felicidade de alguém te notar, de ver que seu trabalho é importante. Porque hoje em dia as pessoas ainda não veem a importância do trabalho de uma dona de casa. Parece que menosprezam esse tipo de trabalho. Me sinto alegre e honrada”, declarou.

    Thaís ainda contou que chegou a trabalhar como faxineira durante a pandemia. A ideia era ganhar uma renda extra, mas ela pegou ovid-19 em uma das casas que trabalhou e logo desistiu. 

    “Chegava na casa do cliente às 8h e saia só quando terminava, às vezes 19h para ganhar R$ 150. Hoje eu ganho muito mais cuidando da minha casa, me sinto mais segura e ainda posso acompanhar o crescimento dos meus filhos”, relatou. 

    Como cleanfluencers, Thaís comprou uma casa, trocou de carro e está reformando uma área gourmet no novo imóvel. 

    “O maior sonho agora é levar toda a família para conhecer a praia. Nunca vimos o mar. Minha filha de seis anos até faz desenhos da gente bebendo água de coco na areia” , concluiu a  influenciadora.