Jamie Costa interpreta Robin Williams em curta-metragem e agrada fãs do ator

O clipe mostra Pam Dawber interrompendo Williams enquanto percorre as falas para contar a notícia da morte do comediante John Belushi – e mostra a reação de Williams à notícia

Amy Woodyattda CNN

Ouvir notícia

Os fãs de Robin Williams estão muito entusiasmados com a representação da estrela falecida pelo ator Jamie Costa.

Costa postou um clipe de cinco minutos em seu canal no YouTube, intitulado “ROBIN Test Footage Scene”, na terça-feira (12), mostrando uma cena apresentando-se como Williams e Sarah Murphree como Pam Dawber no set de “Mork & Mindy”.

O clipe mostra Dawber interrompendo Williams enquanto percorre as falas para contar a notícia da morte do comediante John Belushi – e mostra a reação de Williams à notícia.

Quando Murphree conta a Costa que Belushi foi encontrado morto naquela manhã, Costa acha difícil digerir a notícia, insistindo: “Não, eu disse a você, eu estava com ele. John não está morto, eu estava com ele ontem à noite.”

A estrela de “Blues Brothers” Belushi morreu aos 33 anos de overdose de cocaína e heroína no Chateau Marmont em Los Angeles em 1982.

Depois que Murphree avisa Costa: “Não posso deixar o que aconteceu com ele acontecer com você” e uma batida na porta sinaliza que é hora da dupla voltar ao set, Costa volta a recitar falas – desta vez, com pesar em sua voz.

O curta deixou alguns espectadores ansiosos por um filme biográfico completo de Williams, que suicidou-se em 2014 após lutar contra a deficiência de Lewy.

“Quem mais espera que Jamie interprete Robin em um filme biográfico desde que viu as primeiras cenas de Robin?” um escreveu.

“Uma coisa é se parecer com uma pessoa, mas o quanto ele soa como ele e tem seus maneirismos e expressões cabisbaixas que é assustadoramente impressionante. Espero que este filme seja feito. Eu ainda sinto sua perda”, disse outro.

“Isso é absolutamente incrível. Faça esse longa-metragem e contrate esse homem AGORA!” um terceiro escreveu.

Texto traduzido. Leia o original em inglês.

Mais Recentes da CNN