Jornalista e escritor Artur Xexéo morre aos 69 anos no Rio de Janeiro

Escritor e jornalista estava internado na Clínica São Vicente, na zona sul da capital fluminente

Gregory Prudenciano, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O jornalista e escritor Artur Xexéo morreu neste domingo (27), aos 69 anos, na Clínica São Vicente, na zona sul do Rio de Janeiro. A morte foi confirmada pelo jornal O Globo, onde Xexéo era colunista. Segundo o jornal, ele havia sido diagnosticado com um linfoma. 

Com mais de quarenta anos dedicados ao jornalismo, Xexéo começou a carreira em 1978 e era figura de destaque no jornalismo cultural brasileiro. Foi autor de biografias de importantes celebridades e figuras do mundo do entretenimento do país, como a autora de novelas Janet Clair e a apresentadora Hebe Camargo. 

Trabalhou nas revistas Veja e IstoÉ, e também nas redações do Jornal do Brasil e O Globo. Também era comentarista da GloboNews e da rádio CBN, com ênfase nos programas de entretenimento e cultura. 

Além de atuar como jornalista e escritor, também foi roteirista de seriados para a TV Globo, como “Pé na Cova” e “Sexo e as Negas”. Também atuou como dramaturgo e tradutor. 

Mais Recentes da CNN