Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Justin Bieber fica perto de acordo para vender direitos musicais por R$ 1 bi, diz jornal

    Empresa compra catálogos de músicas de artistas e obtém receita quando suas músicas são transmitidas online ou usadas em filmes ou publicidade

    Reuters

    O astro pop Justin Bieber está perto de um acordo de cerca de US$ 200 milhões (aproximadamente R$ 1,04 bilhão) para vender seus direitos musicais para a Hipgnosis Songs Capital, que tem como acionista a Blackstone, segundo o Wall Street Journal na quarta-feira (21), citando fontes familiarizadas com o assunto.

    A Hipgnosis compra catálogos de músicas de artistas e obtém receita quando suas músicas são transmitidas online ou usadas em filmes ou publicidade.

    Bieber alcançou a fama quando tinha 13 anos após o sucesso de sua música “Baby”. O pop star revelou em junho que foi diagnosticado com a Síndrome de Ramsay Hunt, que deixou metade de seu rosto paralisado, obrigando-o a cancelar suas apresentações.

    O artista pop Justin Timberlake também vendeu os direitos de suas canções, incluindo sucessos como “Cry Me A River” e “Rock Your Body”, para a Hipgnosis Song Management em maio.

    A Blackstone e a Hipgnosis anunciaram uma parceria em outubro para investir cerca de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,2 bilhões) na aquisição de direitos fonográficos.

    Representantes da Hipgnosis e de Bieber não comentaram o assunto.