Livros de autores negros ganharam muita força recentemente, diz especialista

À CNN Rádio, Mauricio Pestana, jornalista e CEO da Revista Raça, disse que questão do racismo eclodiu nos últimos anos e ajudou neste processo

Obras de autores negros vêm ganhando destaque no mercado editorial
Obras de autores negros vêm ganhando destaque no mercado editorial iStock

Amanda GarciaTalita Amaralda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN Rádio, no quadro CNN No Plural, o jornalista e CEO da Revista Raça, Mauricio Pestana, avaliou que já há algum tempo o “número de autores e autoras negros é bastante significativo.”

Ele relata, no entanto, que o mercado editorial “era invisível para esses autores, não diferente das outras estruturas excludentes do Brasil.”

A mudança neste quadro, no entanto, tem explicação.

A questão do racismo eclodiu, não só o movimento Vidas Negras Importam, ou o caso George Floyd, mas pessoas procurando fazer sua parte para o antirracismo.

Mauricio Pestana

“Esses livros ganharam muito mais força e muito mais luz”, comemorou.

Ele destaca que há literatura negra de todos os tipos.

“Tenho gostado da literatura infantil negra, ela passa por um momento muito especial, vejo esses novos autores, com histórias que passam por uma questão racial, mas não de uma forma áspera, e, sim, lúdica, como uma forma de crianças brancas e negras socializarem.”

Produção de Letícia Vidica

Mais Recentes da CNN