Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Meghan Markle perde podcast e deixa de receber quase R$ 100 milhões, dizem jornais

    Fontes próximas do caso afirmam que a produtora do programa não produziu conteúdo suficiente para receber o pagamento integral

    Rafael Farias Teixeiracolaboração para a CNN

    São Paulo

    O podcast “Archetypes”, apresentado por Meghan Markle, duquesa de Sussex e mulher do Príncipe Harry, não será renovado para uma segunda temporada pelo Spotify, segundo o site “Insider”.

    Em um comunicado em conjunto, a Archewell Productions, produtora de Meghan e Harry, e o Spotify afirmam que preferiam finalizar o contrato, mas que estão orgulhosos do resultado.

    “O podcast não será mais produzido no Spotify”, acrescentou um porta-voz da Archewell ao “Insider”.

    Já o “Wall Street Journal” informou que o casal não receberia o pagamento total pelo programa, no valor de US$ 20 milhões (R$ 96 milhões), citando fontes próximas ao caso.

    Já o “New York Post”, também citando alguém próximo da situação, alega que a Archewell não produziu conteúdo suficiente para conseguir o pagamento completo.

    “A equipe por trás do Archetypes continua orgulhosa do podcast que criou no Spotify. Meghan continua desenvolvendo mais conteúdo para o público de ‘Archetypes’ em outra plataforma”, disse um porta-voz da Archewell Productions para o ‘Wall Street Journal’. Recentemente, Meghan também assinou contrato com a agência de talentos WME.

    O WSJ ainda afirma que, segundo pessoas próximas do caso, os executivos do Spotify e da Archewell discutiram uma segunda temporada do programa devido ao sucesso da primeira, mas as discussões pararam por meses.

    O Spotify se recusou a comentar sobre os motivos do cancelamento e o pagamento para o site do “Insider”. A Archewell também afirmou que não falaria sobre detalhes financeiros do acordo.

    O podcast “Archetypes” teve 12 episódios, com durações entre 46 minutos a quase uma hora e meia, e recebeu personalidades como Serena Williams, Mariah Carey, Paris Hilton e outros. Nele, Meghan e seus convidados falam sobre a história dos diferentes estereótipos criados e usados com as mulheres. O programa estreou em agosto de 2022 no Spotify.

    Depois de deixarem a corte britânica, em 2020, Meghan e Harry fecharam vários contratos para a produção de conteúdo, primariamente focados em suas histórias. Segundo o “New York Times”, o casal assinou um contrato de US$ 100 milhões (R$ 480 milhões) com a Netflix e logo lançaram a série documental do casal, “Harry & Meghan”, no final de 2022. O príncipe Harry também lançou seu livro de memórias, “Spare [O que sobra]”, no começo de 2023.