Morre Raul de Souza, trombonista brasileiro considerado um dos melhores do mundo

"O nosso herói brasileiro partiu para eternidade, deixando pra todos seu maior legado", diz a nota publicada nas redes sociais. Raul de Souza morreu aos 86 anos

Raul de Souza morreu em Paris, aos 86 anos
Raul de Souza morreu em Paris, aos 86 anos Foto: Reprodução/Facebook

Nathallia Fonseca, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O músico Raul de Souza, que se destacou em todo o mundo com técnicas de improviso no trombone, morreu no domingo (13), aos 86 anos, em Paris. A notícia foi confirmada pela família do artista em sua página oficial no Facebook.

“O nosso herói brasileiro partiu para eternidade, deixando pra todos seu maior legado, sua música. Agradecemos imensamente o apoio que todos vocês sempre manifestaram”, diz a nota. A família também explica que um câncer foi a causa da morte.

Carioca, Raul de Souza destacou-se com composições de samba-jazz, cenário no qual atraiu atenção da crítica, o que impulsionou uma respeitada carreira internacional.

A morte do artista repercutiu nas redes sociais, especialmente entre músicos e admiradores. “Raul foi um gênio. Um mestre. Uma inspiração!”, escreveu o também trombonista e arranjador Bocato. Já o cantor e compositor João Bosco dirigiu-se à família de Raul, registrando seus “sentimentos e solidariedade”.

Tópicos

Mais Recentes da CNN