Músicas inéditas de Renato Russo são encontradas pela polícia no Rio

Conteúdo será entregue ao filho do músico, Giuliano Manfredini

Isabelle Saleme e Jairo Nascimento, da CNN, no Rio de Janeiro
09 de dezembro de 2020 às 12:52 | Atualizado 09 de dezembro de 2020 às 20:54

 

A polícia civil do Rio de Janeiro localizou e recuperou 91 tapes com material inédito do músico Renato Russo. Tudo estava escondido na empresa de depósito Iron Mountain, em Cordovil, na zona norte do Rio de Janeiro. O local seria utilizado, segundo as investigações, pela gravadora Universal Music.

O conteúdo será entregue ao filho do músico, Giuliano Manfredini, que está na Cidade da Polícia.

Leia também:
Quadro de Tarsila do Amaral tem lance inicial de R$ 47 milhões
Ator Marco Ricca está internado na UTI com Covid-19
Após dengue, cantor Leonardo é diagnosticado com Covid-19

Renato Russo foi vocalista da banda Legião Urbana
Foto: Divulgação / Legião Urbana Produções


A operação “Tempo Perdido” é um desdobramento de uma ação anterior, chamada “Será?”, ambas fazem referência a nomes de músicas do cantor.

A suspeita de que haveria obras inéditas de um dos grandes nomes da música nacional começou há mais de um ano, depois de uma denúncia feita pelo filho de Renato Russo, detentor dos direitos autorais do pai.

Músicas inéditas de Renato Russo são encontradas pela polícia no Rio
Foto: Divulgação/Polícia

Os policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial, coordenados pelo delegado Maurício Demétrio, começaram uma extensa investigação. Eles fizeram buscas em diversos endereços e ouviram testemunhas, entre elas, um produtor musical que havia trabalhado com Renato Russo nos últimos anos de vida do cantor. Ele morreu em 11 de outubro de 1996, aos 36 anos.

Músicas inéditas de Renato Russo são encontradas pela polícia no Rio
Foto: Divulgação/Polícia