O retorno de John Frusciante: Red Hot Chili Peppers lança álbum “Unlimited Love”

Disco com 17 canções inéditas chega, nesta sexta-feira (1), às plataformas de streaming musical; banda retoma formação clássica após 16 anos

Red Hot Chili peppers posa para foto em ensaio fotográfico feito pela MTV, em março de 2007.
Red Hot Chili peppers posa para foto em ensaio fotográfico feito pela MTV, em março de 2007. Getty Images

Léo Lopesda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Mais uma vez, ele voltou. O Red Hot Chili Peppers lança, nesta sexta-feira (1), seu décimo segundo álbum de estúdio, o “Unlimited Love” – com o fator especial de, pela primeira vez em 16 anos, contar com John Frusciante na guitarra.

O músico, que já deixou os Chili Peppers em 1992 e 2009, celebra mais um retorno com um disco de 17 canções inéditas e uma turnê mundial engatilhada para começar.

Ouça “Unlimited Love”

“Quando começamos a compor o material, estávamos tocando músicas antigas como Johnny Watson, The Kinks, The New York Dolls, Richard Barret e tantos outros”, disse Frusciante, em comunicado divulgado pela gravadora Warner Music.

“Gradualmente começaram a surgir novas ideias, transformamos acordes em canções, e depois de alguns meses, tudo estava aqui. O sentimento de diversão que tivemos enquanto estávamos tocando para outras pessoas nos acompanhou o tempo todo em que estivemos compondo”, acrescentou.

“Pra mim, esse álbum representa nosso amor por isso, e a nossa em fé em nós mesmos”, concluiu o guitarrista.

“Unlimited Love” também marca uma nova parceria entre o RHCP e o aclamado produtor musical Rick Rubin – responsável pelos álbuns “Blood Sugar Sex Magik”, “Californication”, “By The Way” e “Stadium Arcadium”.

O Red Hot publicou em seu Instagram oficial, em dezembro de 2019, que depois de dez anos estava rompendo com o guitarrista Josh Klinghoffer para reatar laços com Frusciante.

Desde então as redes sociais foram tomadas pela expectativa de como seriam as primeiras produções da banda em sua formação consagrada após tanto tempo.

As últimas composições do RHCP com o dedo de Frusciante, até então, eram as músicas do “Stadium Arcadium”, de 2006, como “Dani California”, “Tell Me Baby” e “Snow (Hey Oh)”.

Foi no dia 4 de fevereiro que, com o single “Black Summer”, os fãs descobriram que a banda segue entrosada e que, após bons anos focados em projetos mais voltados ao eletrônico, Frusciante ainda produz um som inconfundível na guitarra.

A primeira música de “Unlimited Love” a ser divulgada já ultrapassou de 16 milhões de streams e o clipe acumula mais de 25 milhões de views. Desde então, também foram lançados os singles “Poster Child” e “Not The One”.

Nessa quinta-feira (31), como parte da agenda de lançamento da banda, o Red Hot Chili Peppers também ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

A cerimônia contou com a presença dos integrantes da banda e de George Clinton, o produtor de “Freaky Styley”, o segundo álbum da banda, de 1985.

Anthony Kiedis, John Frusciante, Chad Smith Flea, do Red Hot Chili Peppers, ganham estrela na Calçada da Fama / Getty Images

A estrela da banda fica no número 2.717 da famosa calçada, ao lado da placa do produtor de TV, Harry Friedman.

Nos próximos dias, os músicos também devem participar de alguns dos programas de maior audiência nos EUA, como os shows de Jimmy Fallon e Jimmy Kimmel.

Já a turnê mundial está prevista para começar no verão europeu, no dia 4 de junho, com uma apresentação esgotada em Sevilha, na Espanha. Depois, os músicos seguem para Estados Unidos e Canadá.

Ainda não há data oficial para shows no Brasil.

Mais Recentes da CNN