Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Ozzy Osbourne se aposenta de turnês por sequelas de acidente: “Nunca imaginei que acabaria assim”

    Líder do Black Sabbath enfrenta complicações de saúde desde que sofreu uma queda em sua casa nos Estados Unidos, em 2019; última passagem pelo Brasil foi em 2018

    Ozzy Osbourne durante sessão de fotos antes da coletiva de imprensa no Hotel Tívolli, em São Paulo.
    Ozzy Osbourne durante sessão de fotos antes da coletiva de imprensa no Hotel Tívolli, em São Paulo. MÁRCIO FERNANDES DE OLIVEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

    Léo Lopesda CNN

    em São Paulo

    Um dos maiores showmen da história da música, Ozzy Osbourne declarou oficialmente sua aposentadoria de turnês, nesta quarta-feira (1º), depois de mais de 50 anos de carreira.

    “Nunca poderia ter imaginado que meus dias de turnê acabariam dessa forma”, escreveu o “príncipe das trevas” em comunicado divulgado por suas redes sociais, enquanto seus fãs lamentam nos comentários.

    De toda forma, o anúncio não é uma surpresa completa para os fãs. Há anos, o líder do Black Sabbath vem enfrentando complicações de saúde, sobretudo em sua coluna.

    Em janeiro de 2019, Ozzy sofreu um acidente doméstico em sua casa em Los Angeles, nos Estados Unidos. Em uma entrevista ao jornal Daily Mail, ele relatou que, enquanto estava no banheiro, perdeu o equilíbrio e caiu de cara no chão.

    A queda deslocou pinos e hastes de metal que ele tinha na coluna por conta de outro grave acidente, que sofreu ao andar de quadriciclo, em 2003, quando chegou a ficar em coma. No ano seguinte ao acidente doméstico, ele revelou que foi diagnosticado com doença de Parkinson há anos.

    No comunicado divulgado nesta quarta (1º), Ozzy disse que, desde 2019, seu único objetivo era voltar aos palcos.

    “Minha voz está bem. No entanto, depois de três operações, tratamentos com células-tronco, infinitas sessões de fisioterapia e mais recentemente o inovador tratamento cibernético (HAL), meu corpo está fisicamente fraco”, escreveu.

    Ozzy Osbourne durante show do Black Sabbath no Download Festival, no Reino Unido, em junho de 2016. / Marie Korner/Future Publishing via Getty Images

    “Sinceramente, estou honrado com a maneira como todos vocês pacientemente mantiveram seus ingressos por todo esse tempo, mas com toda a consciência, agora percebi que não sou fisicamente capaz de fazer minha próxima turnê na Europa/Reino Unido, como sei que não conseguiria lidar com as viagens necessárias”, completou.

    Acredite em mim quando digo que a ideia de decepcionar meus fãs realmente ME F*DE, mais do que vocês jamais saberão. Nunca poderia ter imaginado que meus dias de turnê acabariam dessa forma. Minha equipe está formulando ideias de onde poderei me apresentar sem ter que viajar de cidade em cidade e de país em país.

    Ozzy Osbourne

    Ele concluiu agradecendo sua família, banda, equipe, os colegas da banda Judas Priest, que abririam os shows da turnê cancelada, e aos fãs “pela dedicação, lealdade, interminável apoio e por me dar a vida que eu nunca sonhei que teria”.

    “Eu amo todos vocês”, concluiu Ozzy.

    Últimos shows

    Por causa da saúde de Ozzy e da pandemia de Covid-19, os shows no Reino Unido e Europa da “No More Tours 2” tinham sido adiados uma série de vezes. A expectativa é de que as 19 apresentações – agora canceladas – aconteceriam entre maio e junho deste ano.

    Em 2018, ele chegou a vir ao Brasil com essa turnê, que era anunciada como sua última turnê mundial. A última passagem de Ozzy pelo Brasil teve apresentações em São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

    ozzy osbourne
    Ozzy Osbourne se apresenta no American Music Awards de 2019, em Los Angeles / Kevin Winter/AMA2019/Getty Images for dcp

    Em agosto do ano passado, a esperança dos fãs por mais shows cresceu depois que o cantor surgiu inesperadamente para uma apresentação ao lado de seu colega guitarrista, Tony Iommi, no encerramento dos “Commonwealth Games”, na Inglaterra, em Birmingham – cidade onde o Black Sabbath nasceu, em 1968.

    Apoiado em uma plataforma de apoio em suas costas, Ozzy cantou os clássicos “Iron Man” e “Paranoid”.

    Também no ano passado, ele lançou seu 13º álbum de estúdio, intitulado “Patient Number 9”.

    O disco conta com uma série de participações famosas do rock, como Eric Clapton, Jeff Beck, Zakk Wylde, Taylor Hawkins (Foo Fighters), Mike McCready (Pearl Jam), Robert Trujillo (Metallica), Duff Mckagan (Guns N’ Roses) e Chad Smith (Red Hot Chili Peppers).

    Com boa recepção da crítica, o álbum levou quatro indicações ao Grammy, que acontece neste sábado (5): “Melhor Performance de Rock”, “Melhor Performance de Metal”, “Melhor Canção de Rock” e “Melhor Álbum de Rock”.

    Ozzy Osbourne em ensaio para o lançamento de seu novo álbum “Patient Number 9”. / Ross Halfin / Reprodução