Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Programa cultural do fim de semana em SP tem Emicida, Alceu Valença e outros

    Confira sugestões de lazer e cultura para fazer nos dias 25 a 26 de maio na capital paulista

    Emicida fará show no Parque Ibirapuera neste sábado
    Emicida fará show no Parque Ibirapuera neste sábado GUSTAVO ANTERIO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Pedro N. Jordãoda CNN

    A programação cultural da cidade de São Paulo para este final de semana, de 25 e 26 de maio, tem festivais de música, celebração do Dia do Orgulho Nerd, peças de teatro e exposições imersivas. Confira abaixo algumas opções.

    Fazem parte das principais atrações o Nômade Festival, com atrações como Alceu Valença, Pabllo Vittar e Marina Sena, e um show de Emicida. Um evento dedicado à cultura nerd no parque Ibirapuera, zona sul da capital paulista, também se destaca com encontro de comunidades e concurso de cosplays.

     

    Eventos

    Dia do Orgulho Nerd SP

    Uma comemoração inédita marca a inclusão do Dia do Orgulho Nerd, neste sábado (25), no calendário paulista.

    Para celebrar, uma programação extensa e totalmente gratuita, como desfile de cosplay, exibição de animes e tokusatsu, shows e mais, das 10h às 22h, no Pavilhão da Bienal no parque Ibirapuera.

    Música

    Nômade Festival

    A quinta edição do evento ocorrerá no sábado (25) e no domingo (26), a partir das 12h, e contará com shows de Alceu ValençaPabllo Vittar, Leci Brandão, Maria RitaMarina Sena, Maria Gadú, Urias e Rico Dalasam. Clique aqui para conferir a programação completa.

    O festival será realizado no Parque Villa Lobos, Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. E os ingressos custam de R$ 90 a R$ 264, pelo site do Ticket 360.

    Emicida: Amarelo – A gira final

    O rapper Emicida apresenta o show da sua atual turnê neste sábado (25), a partir das 18h30, no parque Ibirapuera, na zona sul de São Paulo.

    Os portões abrem às 14h, e os ingressos custam de R$ 125 a R$ 350.

    Festival Feminino SP

    O evento promove o protagonismo das mulheres na música e nas artes. A programação é gratuita e ocorre na Vila Itororó, na Bela Vista, centro de São Paulo, no sábado (25) e no domingo (26), a partir das 12h.

    Haverá show de Flaira Ferro, Obscênicas e Alessandra Leão, além de performances poéticas com Mel Duarte e Assucena.

    Shows de Andrea Bocelli

    O tenor Andrea Bocelli fará duas apresentações na cidade de São Paulo, a primeira no sábado (25), às 19h, e a segunda no domingo (26), às 21h, ambas no Allianz Parque. Os ingressos custam a partir de R$ 495.

    Exposição

    “Línguas africanas que fazem o Brasil”

    Nova mostra do Museu da Língua Portuguesa, na região central de São Paulo, fala sobre a influência de línguas africanas no Brasil. A curadoria do projeto é do músico e filósofo Tiganá.

    Aberta ao público de terça a domingo, das 9h às 16h30 (com permanência ate 18h), a exposição tem vendas de ingressos pela internet, com bilhetes custando entre R4 12 e R$ 24.

    Pegadas do Pequeno Príncipe

    Mostra sensorial e imersiva sobre o universo literário de “O Pequeno Príncipe”, obra de Antoine de Saint-Exupéry, ocorre no Shopping Vila Olímpia, na zona oeste de São Paulo.

    Os ingressos custam de R$ 22 a 121,50, e o espaço fica aberto ao público de terça a sexta-feira, das 12h20 às 21h, nos sábados das 10h20 às 21h, e nos domingos das 12h20 às 20h.

    Teatro

    “Leão Rosário”

    Inspirado em “Rei Lear”, obra-prima da maturidade de Shakespeare, e no artista Arthur Bispo do Rosário, o espetáculo tem concepção, atuação e dramaturgia de Adyr Assumpção, que comemora 50 anos de carreira, e direção de Eduardo Moreira.

    O espetáculo estreia no CCBB – SP, no Centro Histórico de São Paulo, na noite da sexta-feira (24) e ficará em cartaz até 23 de junho, sempre às quintas, sextas, sábados, domingos e segundas. Nos dias úteis, às 17h, e no final de semana às 19h.

    “Era uma vez um tirano”

    Espetáculo infantil do Grupo Prole de Teatro adaptou para o palco o livro homônimo de Ana Maria Machado e foi indicado ao Prêmio São Paulo, na categoria de melhor adaptação.

    O livro, escrito em 1982 durante a reabertura política nos últimos anos da ditadura militar no Brasil, conta a história de três crianças que desafiam um tirano ditador com um arco-íris no bolso, uma canção no corpo e uma chuvarada de estrelas.

    A peça entra em cartaz no Teatro Cacilda Becker, na Lapa, região central da capital paulista, no sábado (25) e ficará em cartaz no local até o dia 2 de junho. As apresentações ocorrem sempre aos sábados e domingos, às 16h. Em seguida, o espetáculo passará por outros três teatros da cidade.