Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Prova do Masterchef Espanha deixa cerca de 40 pessoas com intoxicação alimentar, diz jornal

    Produção do programa emitiu um comunicado de desculpas público após o acontecimento

    Getty Images

    Leticia Pazerocolaboração para a CNN

    São Paulo

    Cerca de 40 pessoas tiveram intoxicação alimentar após a quarta prova do programa Masterchef Espanha, que foi exibida no último domingo (9), de acordo com o jornal El País.

    No episódio, dois grupos, vermelho e azul, tinham que cozinhar três pratos diferentes para cerca de 120 pessoas, funcionários da Oceanogràfic de Valência, em comemoração dos 20 anos do maior aquário da Europa.

    Ainda segundo o jornal, Irene Jaspe, uma das funcionárias que trabalhava nos bastidores, falou sobre o ocorrido em suas redes sociais.

    Os pratos consistiam em frutos do mar, comida indiana, e mediterrânea. Alguns dos pratos principais eram: um suquet de robalo tailandês, um mexilhão, uma moluscada valenciana composta por ostras, e de sobremesa, um cheesecake japonês com algas.

    Segundo a funcionária disse em sua conta do Twitter, essa teria sido “a pior experiência gastronômica de sua vida”.  A moça ainda contou sobre o pós-programa e como ela e os colegas se sentiram. Após a repercussão, Irene deixou sua conta na rede social de forma privada.

    “Na noite seguinte, tive que ir ao pronto-socorro para injetar Primperan [remédio] para que eu pudesse parar de vomitar. Perdi 5 quilos em três dias”, contou ela, segundo imagens da publicação divulgada pelo El País.

    O cardápio do episódio foi supervisionado pela chef Rakel Cernicharo. Durante a prova, Rakel teria advertido várias vezes que os pratos tinham falhas na elaboração, mas ninguém suspeitou que os ingredientes poderiam estar estragados.

    No comunicado, a produtora do programa, Shine Iberia, disse que o ocorrido foi algo inusitado nos 11 anos que o programa está no ar, reconheceu o problema e pediu desculpas.

    “Lamentamos muito o mal-estar manifestado por alguns participantes do programa. Este é um caso absolutamente excepcional nestes 11 anos de MasterChef em Espanha, um programa onde é prioridade absoluta garantir o cuidado alimentar das pessoas envolvidas. O alimento foi analisado na origem com resultados positivos e a sua rastreabilidade foi garantida ao longo de todo o processo, conforme comunicado e documentado às autoridades sanitárias competentes”, escreveu a produtora.