Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Rage Against The Machine não fará mais turnês e shows ao vivo, diz baterista

    Banda já havia cancelado shows em 2022 e 2023 após rompimento de tendão do vocalista

    Rage Against the Machine
    Rage Against the Machine Gie Knaeps / Getty Images

    Ana Beatriz Diasda CNN

    São Paulo

    O baterista do Rage Against The Machine, Brad Wilk, utilizou suas redes sociais nesta quarta (03) para anunciar que a banda não fará mais turnês e shows ao vivo.

    “Eu sei que muitas pessoas estão esperando a gente anunciar novas datas de todos os shows cancelados do RATM. Eu não quero mais atrapalhar ninguém ou a mim mesmo”, diz a nota.

    O texto ainda menciona: “Então, enquanto houver algum tipo de informação de que isso pode acontecer no futuro, eu informo que RARM (Tim, Zack, Tom e eu) não vamos sair em turnê ou tocar ao vivo juntos novamente. Eu sinto muito por aqueles que esperavam que isso acontecesse. Eu gostaria que sim.”

    Confira a publicação:

    Na legenda, Brad ainda agradece pelo apoio de cada um dos fãs. Ele não mencionou o motivo da suspensão das apresentações. Até o momento, não houve declaração dos demais integrantes da banda.

    No site oficial da banda de rock, consta dois comunicados de cancelamento de shows. Em 2022, o vocalista Zack de la Rocha machucou o tendão de Aquiles durante uma apresentação em Chicago e por orientação médica, a RATM cancelou a turnê pelo Reino Unido e Europa, que começaria em agosto daquele ano.

    Três meses depois, uma nota assinada pelo cantor foi publicada no site, cancelando também as apresentações da turnê pela América do Norte. “Infelizmente é um momento que exige muito trabalho e cura. Tenho uma ruptura grave no tendão de Aquiles esquerdo e apenas 8% do meu tendão ficou intacto. Eu odeio cancelar shows. Eu odeio decepcionar nossos fãs. Todos vocês esperaram pacientemente para nos ver e isso nunca passou despercebido para mim. Eu nunca considero isso garantido. Por você tenho a maior gratidão e respeito”, mencionou Zack.

    O primeiro show depois do hiato de 11 anos aconteceu em Wisconsin, nos Estados Unidos, em julho de 2022. Famosa por sua forte demarcação política, o Rage Against The Machine retornou aos palcos para uma intensa performance de 16 músicas.