São Paulo inaugura exposição internacional do Dia da Consciência Negra

Evento terá debates e shows,m com nomes como Irene Vida Gala, Judith Morrison, Adriana Vasconcellos, Xande de Pilares, Rael, Rashid e Drik Barbosa

Divulgação/Prefeitura de São Paulo

Bruno Bocchinida Agência Brasil

Ouvir notícia

A cidade de São Paulo sedia, a partir deste sábado (20), a 1ª Expo Internacional Dia da Consciência Negra. O evento, organizado pela prefeitura, será realizado de 20 a 22 de novembro no pavilhão Oeste do Anhembi, na zona Norte.

Debates sobre cultura, história e tecnologia e apresentações musicais estão entre os destaques da programação

No sábado (20), as discussões começam às 10h, com “Combate ao Racismo entre presente, passados e futuros”, temas debatidos por Irene Vida Gala, Elisa Lucas, Kenia Maria, Judith Morrison, Edna Roland, Adriana Vasconcellos e Marta Suplicy.

Na área musical, o palco principal abre às 18h, com show de Xande de Pilares, que recebe Leci Brandão. Na sequência, o rapper Rael convida Rashid, Drik Barbosa e Bixarte para uma performance.

De acordo com a prefeitura, devido à pandemia de Covid-19, será obrigatório o uso de máscara durante a permanência no pavilhão, e os presentes deverão apresentar o passaporte da vacina (a carteira de vacinação ou os comprovantes dos aplicativos ConecteSUS, Poupatempo Digital, ou o e-saúde SP).

Para quem ainda não tomou a segunda dose, será necessária a apresentação do teste RT-PCR realizado até 48 horas antes do evento ou do antígeno, feito com até duas horas de antecedência da entrada.

A programação completa atualizada está disponível no Instagram do evento.

Mais Recentes da CNN