Se tivesse vacina, ele estaria aqui, diz Daniela Mercury sobre Paulo Gustavo

Em vídeo à CNN, cantora falou também sobre o peso da perda do comediante, sentido, segundo ela, por todo o Brasil

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A cantora Daniela Mercury lamentou, em vídeo enviado à CNN, a morte de Paulo Gustavo, que morreu nesta terça-feira (4) em decorrência de complicações da Covid-19, e afirmou que o fato poderia ter sido evitado se a vacinação contra o novo coronavírus no Brasil fosse mais efetiva.

“É muito difícil falar dessa perda no meio de uma pandemia que já levou quase 412 mil brasileiros”, disse a cantora. “A vacinação era para ter começado no ano passado. Com isso pensamos: Paulo Gustavo poderia estar aqui conosco.”

A artista falou também sobre o peso da perda do comediante, sentido, segundo ela, por todo o Brasil. 

“Tenho certeza que essa tristeza que estamos sentindo aqui em casa é compartilhada por todos os brasileiros”, disse Mercury. 

Complicações em decorrência da Covid-19

Internado desde 13 de março, Paulo Gustavo realizou tratamento em um hospital privado em Copacabana, no Rio de Janeiro.  Pouco depois, em 21 de março, ele teve de ser intubado devido às dificuldades respiratórias causadas pelo novo coronavírus. 

Após alguns dias de evolução favorável, Paulo Gustavo voltou a piorar no início de abril, necessitando de um tratamento conhecido como Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO, na sigla em inglês), que buscava auxiliar a função pulmonar.

Mas, no fim de abril, houve nova piora: o ator apresentou um quadro de pneumonia bacteriana. 

De acordo com o último boletim médico, o ator morreu às 21h12 desta terça-feira (4) por causa de complicações da Covid-19.

“Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento. A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos”, diz o comunicado.

Paulo Gustavo
Foto: DANIELA RAMIRO/ESTADÃO CONTEÚDO

Mais Recentes da CNN