Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Série da Netflix bate recorde de maior número de sustos em um episódio

    Com 21 sustos roteirizados, "O Clube da Meia-Noite" entrou para o livro Guinness World Records

    "O Clube da Meia-Noite" bate recorde de maior número de sustos em um só episódio
    "O Clube da Meia-Noite" bate recorde de maior número de sustos em um só episódio Divulgação/Netflix

    Marina Toledoda CNN

    São Paulo

    A nova série de suspense e terror da Netflix, “O Clube da Meia-Noite”, que estreou em 7 de outubro, bateu o recorde de maior número sustos roteirizados em um único episódio, somando 21. O registro foi feito pelo Guinness World Records.

    Um susto roteirizado é uma ação pré-planejada executada com a intenção de fazer uma pessoa pular ou gritar de medo.

    Horas antes do lançamento mundial na plataforma de streaming, o primeiro episódio estreou na New York Comic Con, onde assustou um público despreparado. Durante uma sessão de perguntas e respostas com o elenco, um representante do Guinness World Records anunciou a tentativa de recorde e o resultado bem-sucedido.

    Criado por Mike Flanagan (“A Maldição” e “Doutor Sono”) e Leah Fong, “O Clube da Meia-Noite” é baseado no romance homônimo de 1994 de Christopher Pike.

    A série acompanha a protagonista Ilonka Pawluk (Iman Benson), uma estudante do ensino médio que aguarda ansiosamente a admissão na Universidade de Stanford. No entanto, sua vida toma um rumo infeliz quando ela é diagnosticada com câncer terminal e acaba em Brightcliffe, um misterioso hospício dirigido por um médico enigmático.

    Por lá, Ilonka se junta a um grupo de adolescentes com doenças terminais que se reúnem toda dia meia-noite para compartilhar histórias assustadoras. Uma noite, eles fazem um pacto: o primeiro a morrer deve enviar um sinal do além-túmulo.

    Na semana de estreia, “O Clube da Meia-Noite” obteve 18,7 milhões de horas de vizualização, conquistando um lugar no Top 10 da Netflix.