Taylor Swift lança curta-metragem, e fãs associam história a ator Jake Gyllenhaal

Filme acompanha versão de 10 minutos da música com o mesmo nome e traz mais detalhes sobre término do casal. Assista

Taylor Swift em curta-metragem de "All Too Well"
Taylor Swift em curta-metragem de "All Too Well" Reprodução/Taylor Swift

Chloe Melasda CNN

Ouvir notícia

Taylor Swift quebrou a internet na sexta-feira (12).

A cantora não só relançou “Red”, álbum de 2012 que, desta vez, se chama “Red (Taylor’s Version [Versão da Taylor]), mas também lançou um curta-metragem que deixou os fãs de boca aberta.

O filme se chama “All Too Well”, o mesmo nome da canção do álbum. Durante anos, os fãs assumiram que a música, que conta a história de um término, trataria de um breve e intenso romance que Taylor Swift teve com o ator Jake Gyllenhaal em 2010. Assista abaixo.

Com a liberação do curta de quase 15 minutos, a especulação de que a música se referia a Gyllenhaal parece ter se solidificado nas mentes dos fãs, autodenominados de “swifties”.

O vídeo acumulou mais de 13 milhões de visualizações em menos de 24 horas. Neste domingo (14), a contagem ultrapassava 22 milhões.

A versão atualizada da música tem uma nova letra que revela mais informações da relação de ambos: “E eu nunca fui boa em contar piadas, mas eis uma conclusão / Eu vou envelhecer, mas as suas namoradas permanecem da minha idade” e “Estou em um novo inferno toda vez / Que você passa pela minha cabeça / Você disse que se nós tivéssemos idades mais próximas / Talvez tivesse ficado tudo bem / E isso me fez querer morrer”.

Um trecho revelador é quando Swift diz que estaria desconsolada ao fazer 21 anos, o que bate com a cronologia do romance entre ela e Gyllenhaal.

A artista falou nesta semana ao apresentador Jimmy Fallon sobre sua decisão de regravar a canção, mas nunca confirmou que a letra se referia ao ator. A CNN contatou Jake Gyllenhaal para comentários.

*Esta matéria foi traduzida. Leia a original, em inglês

Mais Recentes da CNN