#CNNPop

Tom Holland detalha luta contra vício em álcool e decisão de se manter sóbrio

Aos 27 anos, o ator britânico também listou os benefícios físicos e emocionais que a nova fase trouxe

Tom Holland compartilha sua jornada contra o alcoolismo
Tom Holland compartilha sua jornada contra o alcoolismo Reprodução/Tom Holland/Instagram

Caroline Ferreiracolaboração para a CNN

São Paulo

Aos 27 anos, o ator Tom Holland compartilhou sua jornada contra o alcoolismo. Em participação no podcast “On Purpose with Jay Shetty”, na segunda-feira (10), a estrela de “Homem-Aranha: Longe de Casa” explicou que a decisão em se manter sóbrio começou durante as férias do ano passado.

“Nunca acordei e disse: ‘Estou parando de beber’. Eu, como muitos britânicos, tive um dezembro muito, muito embriagado. [Era] época de Natal, eu estava de férias, bebia muito e sempre pude beber muito”, disse.

“Acho que herdei meus genes do lado da minha mãe. E decidi desistir [disso] em janeiro”, acrescentou.

Holland pontuou o quão desafiador foi se manter longe do álcool. “Tudo o que eu conseguia pensar era em tomar uma bebida. Isso é tudo que eu conseguia pensar […] Eu acordava pensando nisso”, admitiu.

“Isso realmente me preocupou. Eu estava tipo: ‘Uau, talvez. Talvez eu tenho um pouco de álcool’. Então, meio que decidi me punir e dizer: ‘Vou fazer fevereiro também. Vou tirar dois meses de folga. Se eu puder tirar dois meses de folga, posso provar a mim mesmo que não tenho nenhum problema'”.

Pressão cultural

À medida que dava passos cada vez mais largos em sua pausa alcoólica, o ator também sentia os reflexos da cultura inglesa centrada na bebida.

“Dois meses se passaram e eu ainda estava realmente lutando. Eu senti que não poderia ser social. Senti que não poderia ir ao pub e tomar um refrigerante de limão. Não pude sair para jantar. Eu estava realmente lutando e comecei a me preocupar que talvez tivesse um problema com álcool”, afirmou.

Para Tom, a virada de chave se deu próximo de seu aniversário, no início do mês passado.

“Eu disse a mim mesmo: ‘Se eu conseguir ficar seis meses sem álcool, posso provar que não tenho nenhum problema’. E quando cheguei a 1º de junho, eu estava mais feliz do que nunca na minha vida”, celebrou o astro que também listou alguns dos benefícios que essa nova fase trouxe.

“Eu poderia dormir melhor. Eu poderia lidar melhor com os problemas […] As coisas que dariam errado no set, que normalmente me irritariam, eu poderia seguir meu passo. Eu tinha uma clareza mental tão melhor. Eu me senti mais saudável, mais apto”, complementou.

Ao final, o ator disse que chegou a questionar o motivo de não parar de beber antes. “Eu meio que disse a mim mesmo: Por que estou escravizado por bebida? Por que estou tão obcecado com a ideia de tomar essa bebida?”

A decisão de Holland teve mais um ponto positivo, já que inspirou a sua mãe a ficar sóbria. “Ela está adorando, e tem sido incrível”, disse.