Futebol retorna na Alemanha e jogadores evitam abraços nos gols


Da CNN
16 de maio de 2020 às 16:40
Jogadores do Borussia Dortmund mantêm distância durante a comemoração

Jogadores do Borussia Dortmund mantêm distância durante a comemoração

Foto: Reprodução/Instagram/Dortmund

Após uma pausa de dois meses, o futebol retornou neste sábado na Alemanha. Com estádios sem torcida e rigoroso controle de distanciamento dos profissionais envolvidos na organização dos jogos. Entre as principais modificações do período pós-pandemia, os atletas evitaram abraços na comemoração dos gols.

O principal destaque da retomada foi a goleada do Borussia Dortmund sobre o rival Schalke por 4 a 0, resultado que deixou a equipe a um ponto do atual campeão e líder do Alemão, Bayern de Munique. 

O resultado do clássico do Vale do Ruhr, jogado sem torcedores e com as vozes dos jogadores ecoando no estádio com capacidade para 80 mil pessoas, deixou o segundo colocado Borussia Dortmund com 54 pontos em 26 jogos, atrás do Bayern que visita o Union Berlim neste domingo.

O Schalke, que estendeu uma sequência sem vitórias pela liga para oito jogos, tendo marcado apenas dois gols no período, caiu duas posições, para oitavo, com 37 pontos.

O Dortmund havia vencido sete de seus últimos oito jogos antes de a liga ser paralisada em meados de março e retomou de onde parou, com dois gols do português Raphael Guerreiro e outros de Erling Haaland e Thorgan Hazard.

O Schalke se tornou o primeiro time da Bundesliga a fazer cinco substituições, quando Timo Becker entrou no lugar de Jonjoe Kenny no final de uma partida que deu muita coisa para o treinador David Wagner pensar após um desempenho caótico.

O time da casa pisou no acelerador desde o começo e o atacante norueguês Haaland abriu o placar com uma finalização característica de dentro da grande área, desviando a bola às redes após um movimento rápido pela direita.

Julian Brandt soltou Hazard com um toque esperto e o atacante belga emendou um perfeito cruzamento rasteiro para Haaland, que venceu o goleiro Markus Schubert com um toque de primeira, a oito metros de distância, aos 29 minutos.

Guerrero fez 2 a 0, pouco antes do intervalo, ao soltar um potente chute rasteiro, após passe de Brandt.

Hazard fez o terceiro, aos três do segundo tempo, em outro contra-ataque veloz dos anfitriões, encontrando tempo e espaço para superar Schubert após Haaland lançar Brandt, que passou a bola por um defensor solitário para Hazard.

Guerrero colocou a cereja no bolo, aos 18 da etapa final, com um gol de alta qualidade, começando a ação com uma arrancada e finalizando com um lindo chute, após a bola enfiada por Haaland abrir a defesa do Schalke.

Brandt, dono do meio-campo, sugere que o Dortmund se beneficiou da experiência anterior de ter jogado com portões fechados contra o Paris Saint-Germain, na França, pela Liga dos Campeões, em março.

Mas também lamentou que seu time não pode celebrar a vitória enfática contra o Schalke com seus torcedores.

O Dortmund comemorou sua primeira vitória pela liga alemã contra o Schalke desde novembro de 2015, alinhando-se diante da famosa arquibancada da Muralha Amarela ao apito final, mantendo distância de dois metros entre cada jogador.

Resultados deste sábado do Alemão

Borussia Dortmund 4 x 0 Schalke 04

Augsburg 1 x 2 Wolfsburg

Hoffenheim 0 x 3 Hertha Berlin

RB Leipzig 1 x 1 Freiburg

Dusseldorf 0 x 0 Paderborn 07

Eintracht Frankfurt 1 x 3 Borussia Monchengladbach

Com informações da Reuters