Governo de São Paulo autoriza volta dos jogos de futebol a partir de 22 de julho

Nessa terça-feira (7), a Federação Paulista de Futebol (FPF) enviou ao governo de São Paulo o protocolo de operação para a conclusão do Campeonato Paulista

Pedro Beltrão, Cris Dias, Anna Satie e Bruna Macedo, da CNN, em São Paulo
08 de julho de 2020 às 12:57 | Atualizado 08 de julho de 2020 às 13:57

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), autorizou a volta das partidas de futebol no estado a partir de 22 de julho. Nessa terça-feira (7), a Federação Paulista de Futebol (FPF) enviou ao governo do estado de São Paulo o protocolo de operação de jogo para a conclusão do Campeonato Paulista. O documento pedia o retorno do torneio sem a presença de público a partir da data autorizada pelo governador.

Em entrevista coletiva nesta quarta (8), o governador afirmou que os jogos só poderão ocorrer em cidades da fase amarela e em estádios sem público.

Atualmente, apenas a capital e cidades da região metropolitana de São Paulo têm essa classificação.

O protocolo detalha os cuidados adotados para a realização dos últimos 24 jogos da competição. Será obrigatória a concentração em hotel ou nos centros de treinamentos antes dos jogos. Os clubes também vão ter que avisar previamente quais jogadores e integrantes da comissão técnica irão aos jogos.

No estádio, os vestiários serão higienizados e apenas a delegação dos times poderá ter acesso. Também serão disponibilizados álcool em gel e cartazes informativos sobre higiene pessoal. Os clubes mandantes ficam encarregados de manter os protocolos de segurança.

A previsão é que a final aconteça em 8 de agosto — um dia antes da volta do Campeonato Brasileiro, como previsto pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). 

Leia também:
No dia da final da Taça Rio, Flamengo afasta jogador com Covid-19
Tribunal rejeita ação do Santos contra Barcelona sobre transferência de Neymar

O Campeonato Paulista não recebe jogos desde 16 de março, quando restavam duas rodadas para o fim da primeira fase.

O coordenador do Centro de Contingência da Covid-19, João Gabbardo, disse que, com os protocolos, o retorno terá "absoluta segurança". Ele também citou que, em atividades ao ar livre, o risco de contágio é reduzido.

Nas últimas 24 horas, a secretaria de Saúde registrou mais 8.657 novos casos e 313 mortes pela Covid-19. Ao todo, já foram confirmados 341.365 diagnósticos e 16.788 vítimas em todo o estado.

O presidente da FPF, Reinaldo Bastos, disse ter solicitado ao secretário de segurança, general Campos, um apoio preventivo para evitar aglomeração de torcedores nas portas e imediações dos estádios.

A recomendação foi endossada por Aildo Ferreira, secretário de esportes, que apelou aos torcedores mais apaixonados. "Não coloquem em risco o Campeonato Paulista", pediu.