Tênis usado por Michael Jordan em 1985 é vendido por R$ 3,3 milhões

Os US$ 615 mil pagos no leilão feito pela Christie's é o maior da história para um calçado; ao todo, itens da estrela da NBA arrecadaram US$ 931 mil

Rory Sullivan, da CNN
14 de agosto de 2020 às 12:14 | Atualizado 16 de agosto de 2020 às 19:09

Um par de tênis da Nike usado por Michael Jordan quebrou o recorde de tênis mais caro já vendido em um leilão: US$ 615 mil, equivalente a R$ 3,3 milhões.

O Nike Air Jordan 1 High, cujo valor foi estimado entre US$ 650 mil e US$ 850 mil (algo entre R$ 3,5 milhões e R$ 4,5 milhões), foi usado pela estrela do basquete norte-americano em uma partida amistosa em 1985 na cidade de Trieste, na Itália, segundo a casa de leilões Christie's.

"É o preço mais alto alcançado por tênis em leilão", disse um porta-voz da Christie's à CNN. O Nike Air Jordan 1 High usado por Jordan foi vendidos como parte de um leilão com uma série de tênis do jogador em seus anos atuando pelo Chicago Bulls.

Assista e leia também:

Primeiro tênis de Michael Jordan é vendido por mais de R$ 3 milhões em leilão
Camisa de Michael Jordan do dia da contratação pelo Chicago Bulls vai a leilão

Dos itens de Jordan disponíveis na Christie's, nove lotes foram vendidos por um total combinado de US$ 931.875 (cerca de R$ 5 milhões), incluindo as taxas dos compradores, na quinta-feira (13), ao final de um período de duas semanas de leilão.

A maior parte desse valor veio do tênis usado em 1985, que o catálogo do leilão descreve como "um artefato único de Michael Jordan". Eles são incomuns porque a sola do sapato esquerdo contém um caco de vidro, que se alojou ali quando Jordan quebrou o vidro da tabela ao fazer uma enterrada.

Outro par de tênis, que o jogador do Chicago Bulls usou em uma partida em 1992, foi vendido por US$ 112.500 (R$ 608,5 mil) no mesmo leilão, que foi realizado em conjunto com a loja de tênis Stadium Goods.

A venda de quinta-feira quebrou o recorde anterior, estabelecido apenas três meses atrás, quando a Sotheby's vendeu alguns Nike Air Jordans, incluindo um que chegou ao valor de US$ 560.000 (cerca de R$ 3 milhões).

Modelo Nike Air Jordan 1 High foi considerado incomum por ter caco de vidro de uma tabela preso na sola (em destaque)
Foto: Christie's

"Há apenas três meses, um par de Nike Air Jordans quebrou o recorde mundial do sapato mais caros já vendido em leilão – alcançando pouco mais de meio milhão de dólares", disse a Christie's em seu site antes de seu próprio leilão.

O interesse por Jordan e itens esportivos usados por ele aumentou este ano desde o lançamento da série de documentários da ESPN "Arremesso Final", que mostra a história do lendário jogador durante a temporada dos Bulls de 1997-1998.

A Christie's descreveu seu recente leilão como "o registro de calçados mais abrangente da carreira de Michael Jordan, que definiu uma era com o Chicago Bulls, a ser colocado a venda".

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês)