Após derrota histórica, Messi pede para deixar Barcelona

O jogador eleito diversas vezes como o melhor do mundo declara sua vontade de deixar o time

Luana Franzão* da CNN, em São Paulo
25 de agosto de 2020 às 17:28 | Atualizado 25 de agosto de 2020 às 18:45
Lionel Messi
O atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona
Foto: Albert Gea/Reuters

O jogador argentino – eleito diversas vezes o melhor do mundo – Lionel Messi avisou à diretoria do Barcelona F.C., nesta terça-feira (25), que deseja deixar o clube. O contrato atual tem vigência até 2021 e a cláusula de saída é de 700 milhões de dólares. 

A escolha ocorre logo depois da eleição de Ronald Koeman, que entra para substituir Quique Setién como técnico do time. O novo comandante deseja implantar um novo plano esportivo para o clube, após serem vencidos por 8 gols a 2 contra o Bayern de Munique, derrota que pode ter causado a substitução.

Fontes próximas ao jogador afirmaram que ele tirou alguns dias para pensar, mas está decidido a deixar o time depois de 20 anos.

Leia também:
Bayern vence PSG de Neymar e conquista Liga dos Campeões pela sexta vez
Após serem soltos no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho e Assis chegam ao Brasil

Messi conquistou 10 títulos do Campeonato Espanhol, quatro Ligas dos Campeões, três edições da Supercopa da Uefa e três Mundiais de Clubes, entre outros títulos, com a camisa do Barcelona.

Segundo a ESPN, o time inglês Machester City tem planos de contratar o camisa 10, mas não há nenhuma negociação confirmada.

(Com Reuters. *Supervisão de Sinara Peixoto)