Juca Kfouri no aniversário de 80 anos de Pelé: 'Deus do futebol'

Jornalista comenta carreira do jogador

Da CNN
23 de outubro de 2020 às 14:46 | Atualizado 23 de outubro de 2020 às 15:38

Nos 80 anos de Pelé, o jornalista Juca Kfouri lembrou que o atleta é o "máximo de excelência". "Pelé não é eterno, eterno é ser Pelé. Ele virou isso, o máximo da excelência", disse. E lembrou quando um jornalista inglês foi perguntado como se soletrava o nome do jogador, respondeu: G-O-D - uma referência a God, ou Deus, em inglês. O rei do futebol agradeceu as mensagens que recebeu — assista abaixo.

"É o que o Pelé é, em matéria de futebol, não há menor dúvida. Ele é o Deus do futebol. Tanto é que ele virou adjetivo para todos os outros gênios em qualquer área de profissão", afirmou. "Michael Jordan é o Pelé do basquete. Muhammad Ali é o Pelé do boxe. Schumacher ou Senna, pode escolher, são o Pelé do automobilismo", exemplificou.

Leia também:

Pelé 80 anos: a trajetória do 'rei do futebol'

Pelé considera que seu dom para o futebol é um 'presente divino', diz biógrafo

"Quem esteve perto dele fica com esta dificuldade [de defini-lo] porque ele é uma entidade. Poucas pessoas que conheci na minha vida, e eu já estou com 70 anos, têm uma 'aura'. O Pelé tem. Você se aproxima dele e tem um campo magnético diferente e o que envolve. Ele não é feito da mesma massa que todos nós.", comenta.

O ex-jogador Zico, ídolo do Flamengo, enviou mensagem para o aniversariante do dia: "É o grande rei do nosso país. Eu acho que se muita gente conhece o Brasil, o futebol do Brasil, conhece por causa de você. Você representou sempre muito bem o nosso país, conquistou tudo que era possível e teve uma carreira brilhante. Tenho muito orgulho de dizer que sou brasileiro e no meu país ter tido um cara como você."

Em vídeo, 'rei do futebol' agradeceu o carinho dos fãs: "Eu poderia dizer, pelos 80 anos, eu agradeço a todos aqueles que já mandaram mensagem, e-mail. Pelos 80 anos, em primeiro lugar, tenho que agradeceu a Deus pela saúde de chegar até aqui com essa idade e lúcido".

(Edição: Leonardo Lellis)