Jogadores do PSG abandonam jogo da Liga dos Campeões após fala racista

Integrante do time turco acusa uma injúria racial por parte do quarto árbitro; Neymar está entre os atletas que deixaram o campo

Guilherme Venaglia e José Brito, da CNN, em São Paulo
08 de dezembro de 2020 às 17:32 | Atualizado 08 de dezembro de 2020 às 22:31


 

Jogadores abandonaram o jogo entre o Paris Saint-Germain e o Istanbul Basaksehir, pela Liga dos Campeões da Europa, depois de o atacante senegalês Demba Ba, que defende o time turco, acusar uma injúria racial por parte do quarto árbitro, o romeno Sebastian Coltescu.

A vítima seria um integrante da comissão técnica do Istanbul.

Vídeos do momento da briga mostram Demba Ba questionando por que o quarto árbitro teria se referido a um integrante do time turco como "aquele negro". "Você não fala 'aquele cara branco', você fala 'aquele cara'. Por que então falar 'aquele cara preto'?", questiona o jogador.

Assista e leia também:

Polícia identifica autor de mensagens racistas contra prefeita eleita de Bauru
Entenda a diferença entre injúria racial e racismo
Bisneta de Monteiro Lobato exclui passagens racistas em adaptação de clássico

Segundo o PSG, jogadores de ambas as equipes deixaram o gramado. O atacante brasileiro Neymar, que já se manifestou em situações de racismo em outros jogos, está entre os atletas que deixaram a partida. O jogo está suspenso.

Jogador do PSG discute com árbitro após acusação de injúria racial

Jogador do PSG discute com árbitro após acusação de injúria racial

Foto: Charles Platieu/Reuters

A partida foi paralizada aos 13 minutos do primeiro tempo, quando o jogo ainda estava empatado em 0 a 0. Demba Ba foi expulso pelo árbitro Ovidiu Hategan, o que aumentou a tensão entre os atletas e a arbitragem dentro de campo.

"Não podemos permanecer insensíveis a isso. Se o quarto árbitro continuar, não jogaremos a partida. Nós, como Basaksehir, não podemos ficar indiferentes a isso. Se o quarto árbitro não continuar, jogaremos a partida. Estamos aguardando a decisão", disse Göksel Gümüsdag, presidente do clube turco para a CNN Türk.

Jogador discute com árbitro após acusação de injúria racial
Jogador discute com árbitro após acusação de injúria racial
Foto: Charles Platieu/Reuters
Jogador discute com árbitro após acusação de injúria racial
Jogador discute com árbitro após acusação de injúria racial
Foto: Charles Platieu/Reuters