Morre surfista atacado por tubarão no Havaí

Autoridades do Havaí informaram a morte de um surfista atacado por um tubarão na última terça-feira

Por Kelsie Smith, da CNN
11 de dezembro de 2020 às 00:32 | Atualizado 11 de dezembro de 2020 às 00:36
Prancha de surfista foi mordida por tubarão durante ataque em Mundial de Surfe
Foto: CNN Brasil (9.dez.2020)


Autoridades do Havaí informam a morte do surfista amador que foi atacado por um tubarão na última terça-feira. O incidente levou à suspensão de uma competição de surfe profissional feminino na Baía de Honolua.

A vítima não identificada faleceu no início da noite de quarta-feira, segundo autoridades do Maui Memorial Medical Center à CNN.

Leia também:
Maya Gabeira quebra próprio recorde de maior onda surfada por mulher: 'um sonho'
Drone flagra aproximação de tubarão a surfista na Austrália; assista

O homem de 56 anos era oriundo de Lahaina, uma cidade no oeste de Maui, e estava remando nos arredores da baía quando o incidente ocorreu, de acordo com uma nota do Departamento de Terras e Recursos Naturais do Havaí.

Ele foi levado ao hospital e internado para cirurgia após o ataque, mas não resistiu.

O departamento de estado postou várias fotos nas redes sociais mostrando uma prancha de surfe com grandes marcas de mordida. 

O ataque levou à suspensão da competição de surfe profissional feminino da World Surf League Maui Pro no dia do incidente, de acordo com um comunicado da WSL.

Destaques do CNN Brasil Business:
Homem mais rico do Brasil, o banqueiro Joseph Safra morre aos 82 anos
Com Selic em 2%, quanto rende investir R$ 1 mil em poupança, fundos ou títulos?

A WSL anunciou a decisão de cancelar as baterias restantes da competição em Honolua Bay na quarta-feira, informando em um comunicado que a organização está trabalhando em opções para concluir o evento em um local alternativo no Havaí após trabalhar com as autoridades locais e conversar com os surfistas.

O surfista que morreu no ataque era amador e não estava envolvido na competição da WSL, disse o DLNR.

A organização de surfe compartilhou suas condolências à família do homem, aos amigos e à comunidade de surfe de Maui em um post nas redes sociais na quinta-feira.

"A WSL soube que a vítima de terça-feira do ataque de tubarão em Honolua Bay morreu tragicamente", escreveu a organização nas redes sociais. "Nossos pensamentos e corações estão com a família e amigos da vítima, bem como com toda a comunidade de surfistas de Maui."