Jornalista esportivo Orlando Duarte morre aos 88 anos por complicações da Covid

Conhecido como O Eclético, Duarte escreveu 34 livros sobre esporte e passou por principais rádios e TVs do país

Anna Satie, da CNN em São Paulo
15 de dezembro de 2020 às 11:28 | Atualizado 15 de dezembro de 2020 às 12:11

 

Morreu nesta terça-feira (15) aos 88 anos o jornalista esportivo Orlando Duarte. Ele estava internado em São Paulo por complicações da Covid-19.

Conhecido como O Eclético, Duarte escreveu 34 livros sobre esporte, incluindo a biografia oficial de Pelé, de quem era amigo. 

Ele passou pelas principais rádios e emissoras de televisão do país e, inclusive, foi diretor da TV Cultura. Cobriu 14 Copas do Mundo e dez Olimpíadas. 

Leia também:

Técnico Marcelo Veiga, ídolo do Bragantino, morre aos 56 anos por Covid-19

Luxemburgo é internado em SP após testar positivo para Covid-19 pela 2ª vez

O jornalista Orlando Duarte durante noite de autógrafos do livro "Futebol Regras e Comentários" em São Paulo
Foto: José Patrício/Estadão Conteúdo (1º.ago.2005)


Duarte se afastou da profissão em 2012 por problemas de saúde. No ano passado, sua esposa revelou que ele sofria do mal de Alzheimer. 

Ele deixa quatro filhos e seis netos.