Federação paulista diz que futebol continua e avalia jogos em outros estados

Associação pretende manter campeonato estadual apesar de restrição imposta pelo governo de São Paulo

Denise Ribeiro e Jairo Nascimento, da CNN, em São Paulo
12 de março de 2021 às 00:24
Campeonato Paulista
São Paulo enfrentou o Santos no Morumbi pela terceira rodada do Campeonato Paulista
Foto: Ivan Storti/Santos FC/Agência Brasil (6/03/2021)

Segundo o presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, o campeonato paulista não será interrompido até o final de semana, quando haverá a quarta rodada do paulistão.

Na próxima segunda-feira, às 9 horas, a Federação terá uma reunião com o governo do estado de São Paulo para definir o futuro das competições.

A FPF avalia jogar nos estados de Mato Grosso, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O governador do Rio, Cláudio Castro (PSC) já afirmou, no entanto, que o estado não tem condições de receber o campeonato por conta do aumento dos casos de Covid-19.

Nesta tarde, a Federação se reuniu com 48 clubes paulistas. Além do estadual, São Paulo tem times disputando a Copa do Brasil e a Libertadores. Segundo a Federação, o campeonato será concluído no dia 23 de maio e poderão ocorrer alguns “ajustes necessários”.

“A gente pode até fazer sacrifícios no nosso calendário, sem impactar competições nacionais e internacionais”, comentou. A CBF explicou que os campeonatos regionais e nacionais são serão paralisados.

A FPF afirma que segue os protocolos sanitários e que foram realizados mais de 35 mil testes de coronavírus em árbitros, atletas e funcionários dos clubes. Nesta quinta-feira, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a paralisação das atividades esportivas coletivas no estado por um prazo de quinze dias.

Durante a semana, o Ministério Público de São Paulo havia recomendado a paralisação do campeonato estadual. Bastos lamentou a decisão e disse que “não houve nenhuma crítica a forma como os clubes seguiram os protocolos de saúde, que é bom. A gente não ocupa leitos”. Ele também explicou que vai apelar “ao bom senso do governo” e que não pretende acionar a Justiça.

Em entrevista à CNN, Bastos disse que procurou as federações do Mato Grosso, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Todas sinalizaram positivamente.

Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), confirmou o contato com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, e da FPF sobre a possibilidade da realização de jogos do campeonato paulista e da Copa do Brasil no estado vizinho.

“Desportivamente, não vejo nenhum obstáculo. O protocolo Jogo Seguro é referência”, disse o presidente ao citar as normas seguidas pelos clubes na questão sanitária. Lopes ponderou que não pode tomar a decisão sem conversar com o governador e prefeito do Rio de Janeiro.