Gabigol pagará multa de R$ 110 mil por participar de festa em São Paulo

Ao aceitar proposta do MP, jogador fica sem antecedentes criminais e não poderá fazer acordos similares por pelo menos cinco anos

Da CNN, em São Paulo
26 de abril de 2021 às 17:54

O atacante do Flamengo Gabriel Barbosa, conhecido como Gabigol, vai pagar uma multa de R$ 110 mil por crime contra a saúde pública, após ter sido flagrado participando de uma festa em um cassino ilegal em São Paulo em março deste ano.

O caso aconteceu no dia 14 de março, quando a polícia de São Paulo fez uma operação para fechar um cassino na capital paulista, que na época vivia período de restrição máxima de funcionamento dos estabelecimentos por conta do recrudescimento da pandemia de Covid-19. 

O Ministério Público já tinha feito a proposta de multa a ser paga pelo jogador. Por conta disso, a sessão na Justiça ocorrida nesta segunda-feira (26) foi rápida e durou apenas seis minutos. Nela, Gabigol aceitou a proposta do MP.

Ao aceitar a proposta, o jogador fica sem antecedentes criminais e não poderá fazer acordos similares por pelo menos cinco anos. 

Apesar de jogos de azar serem proibidos no Brasil, o cassino clandestino enfrenta processos relacionados à saúde pública, uma vez que na noite em que o estabelecimento foi fechado se encontravam no local mais de 200 pessoas aglomeradas em um espaço fechado.

O cassino enfrenta processo administrativo e pode pagar multas acima de R$ 10 milhões.

Gabigol, do Flamengo, foi flagrado em cassino clandestino em São Paulo
Foto: Reprodução / CNN

(Publicado por Daniel Fernandes)