Verstappen vence em Mônaco e assume liderança do Mundial de Fórmula 1

Corrida teve como destaques o desempenho abaixo da Mercedes e a não participação do pole position Charles Leclerc

Gabriel Ferneda sob supervisão de Evelyne Lorenzetti, da CNN
23 de maio de 2021 às 12:36 | Atualizado 23 de maio de 2021 às 12:39
Carro do holandês Max Verstappen, da Red Bull Racing
Carro do holandês Max Verstappen, da Red Bull Racing
Foto: Reprodução/Instagram @maxverstappen1 (26.set.2020)

O piloto holandês Max Verstappen, da Red Bull, venceu o GP de Mônaco, disputado neste domingo (6), em corrida que teve como destaques o desempenho abaixo da Mercedes e a não participação do pole position Charles Leclerc.

Verstappen liderou a prova do começo ao fim. Completaram o pódio Carlos Sainz, da Ferrari, e Lando Norris, da McLaren.

Heptacampeão, Lewis Hamilton terminou a corrida na sétima posição. Companheiro de equipe de Hamilton, Valtteri Bottas abandonou a prova na 31ª volta, após a porca da roda dianteira direita espanar.

Pole position na classificatória de sábado, Charles Leclerc não pode disputar a corrida, após problemas no eixo de transmissão do lado esquerdo. O piloto monegasco segue sem conseguir pontuar em seu país de origem.

Terminaram a prova dentro da zona de pontuação, de 4º ao 10º lugar: Sérgio Perez (Red Bull), Sebastian Vettel (Aston Martin), Pierre Gasly (AlphaTauri), Lewis Hamilton (Mercedes), Lance Stroll (Aston Martin), Esteban Ocon (Alpine) e Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo).

Hamilton e Verstappen chegaram em Mônaco com 14 pontos entre eles na classificação geral do campeonato. Com a vitória, o piloto da Red Bull assume a liderança do Mundial, feito alcançado pela primeira vez em sua carreira. Verstappen tem 105 pontos, seguido por Hamilton, que tem 101. O terceiro lugar é ocupado por Lando Norris, que tem 56 pontos.

A próxima corrida da temporada acontecerá daqui duas semanas, no dia 6 de junho, no Circuito Internacional de Baku, no Azerbaijão.