Tenista russa Yana Sizikova é presa por corrupção e fraude esportiva

Atleta foi presa pouco depois de perder a partida de duplas no primeiro turno em Roland Garros nesta quinta-feira (3)

Saskya Vandoorne, Barbara Wojazer e Darya Tarasova, CNN
04 de junho de 2021 às 12:48
A tenista russa Yana Sizikova
A tenista russa Yana Sizikova
Foto: Reprodução/Manfred Binder/Gepa/Zuma

A tenista russa Yana Sizikova foi presa em Paris na noite de quinta-feira (3) por corrupção no esporte e fraude em grupo organizado, disseram duas fontes francesas à CNN. Segundo a promotoria de Paris, Yana foi presa e levada sob custódia por "corrupção no esporte e fraude, em relação a atos que podem ter sido cometidos em setembro de 2020."

A atleta foi presa pouco depois de perder sua partida de duplas no primeiro turno em Roland Garros nesta quinta-feira, disse uma fonte da polícia de Paris à CNN.

A jovem de 26 anos é suspeita de manipulação de resultados em 2020, quando foi acusada de ter perdido deliberadamente uma partida de duplas no torneio Roland Garros do ano passado. A CNN tenta contato com um representante de Yana para comentários. A Agência Internacional de Integridade do Tênis diz que a prisão é um assunto para a polícia francesa.

A Federação Russa de Tênis disse à agência de notícias estatal russa TASS que está aguardando documentos sobre o caso da prisão da tenista.

“Esta é uma história de longa data. Há uma organização que está investigando jogos por tempo determinado, essa história vem acontecendo desde outubro. Até que os documentos sejam divulgados, não podemos fazer nada, estamos esperando”,  disse o presidente da federação, Shamil Tarpishchev, disse à TASS.

A agência russa também informou que a Embaixada da Rússia na França está tomando as medidas necessárias para proteger os direitos da atleta. A Federação Francesa de Tênis confirmou a prisão de Sizikova, mas não pôde comentar mais devido à investigação em andamento.

(Esse texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)