Participantes serão monitorados por satélite na Olimpíada de Tóquio

O CEO da Tóquio 2020, Toshiro Muto, realçou o pedido aos participantes do evento vindos do exterior de limitar os deslocamentos

Denise Odorissi, da CNN, em Londres
10 de junho de 2021 às 03:38

 

O CEO da Olimpíada de Tóquio 2020, Toshiro Muto, confirmou o rastreamento por satélite de atletas, equipes de apoio e jornalistas. Na declaração, ele disse que o sistema será usado para monitorar os visitantes retroativamente caso haja algum surto de Covid-19.

Muto também afirmou que o pedido é para todos os participantes do evento vindos do exterior de limitar os deslocamentos nos primeiros 14 dias e que se mantenham no local de trabalho.

Segundo o Comitê Olímpico Internacional (COI), cerca de 80% dos atletas qualificados para os jogos já foram vacinados. O Brasil vai enviar 246 competidores.

A Olimpíada de Tóquio vai acontecer entre 23 de julho e 8 de agosto.

Olimpíada de Tóquio seria realizada de 24 de julho a 9 de agosto
Olimpíada de Tóquio seria realizada de 23 de julho a 8 de agosto
Foto: Denis Balibouse - 24.mar.2020/ Reuters