Quatro pessoas são presas pelos casos de racismo contra jogadores da Inglaterra

Dados foram enviados a empresas de tecnologia para que os autores dos comentários ofensivos feitos online possam ser identificados

Zeinab Bazzi, da CNN, em São Paulo
16 de julho de 2021 às 00:29

A polícia britânica prendeu quatro pessoas ligadas aos casos de racismo contra jogadores da seleção inglesa de futebol, após a final da Eurocopa no último domingo (11). Uma equipe de especialistas investiga os comentários ofensivos em redes sociais sobre os atletas negros Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka.

Eles viraram alvos depois de perderem os pênaltis que levaram à vitória da Itália na partida. De acordo com autoridades, dados foram enviados a empresas de tecnologia para que os autores dos comentários possam ser identificados. 

No início da semana, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, prometeu combater o abuso online e disse que quer multar as plataformas em 10% de sua receita global caso não eliminem os conteúdos considerados racistas.

Marcus Rashford e Jadon Sancho sofreram ataques racistas online após jogo final da Eurocopa
Foto: Laurence Griffiths/Getty Images

(Publicado por Nathallia Fonseca)