Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai se candidatam para sediar Copa de 2030

    "O sonho de um continente": candidatura conjunta foi anunciada nesta terça-feira (3); evento marcaria 100 anos do primeiro Mundial, que foi disputado no Uruguai

    Ramiro Scandaloda Reuters

    Ouvir notícia

    Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai apresentaram uma proposta conjunta, nesta terça-feira (2), para sediar a Copa do Mundo de 2030, um esforço que, se bem sucedido, traria o torneio global de volta ao Uruguai um século depois de sediar o primeiro Mundial – a Copa de 1930.

    “Este é o sonho de um continente”, disse Alejandro Dominguez, presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

    “Haverá mais Copas do Mundo, mas a Copa só completa 100 anos uma única vez e precisa voltar para casa”, disse Dominguez em um evento no Estádio Centenário de Montevidéu, onde o Uruguai derrotou a Argentina para vencer a primeira Copa do Mundo.

    Desde então, Argentina e Chile também sediaram os jogos, em 1978 e 1962, respectivamente.

    “É apenas para a Copa do Mundo ser sediada onde tudo começou 100 anos depois”, disse Ignacio Alonso, presidente da Associação Uruguaia de Futebol, a repórteres.

    Dominguez disse que há razões “mais que suficientes” para a Fifa aceitar a candidatura única dos quatro países. A Copa do Mundo de 2030 seguirá a Copa do Mundo de 2026, que será sediada conjuntamente pelo Canadá, México e Estados Unidos.

    Por enquanto, a principal competição para os países sul-americanos na disputa da sede parece vir de Espanha e Portugal, que no mês passado apresentaram uma candidatura conjunta para sediar o torneio.

    Mais Recentes da CNN