Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Briga de torcidas no México deixa pelo menos 22 feridos

    Órgãos do governo ainda não confirmaram mortes durante o confronto; Querétaro e Atlas se enfrentavam pelo Campeonato Mexicano

    Torcedores de Querétaro e Atlas se enfrentam nas arquibancadas do estádio La Corregidora, durante partida da 9ª rodada do Campeonato Mexicano
    Torcedores de Querétaro e Atlas se enfrentam nas arquibancadas do estádio La Corregidora, durante partida da 9ª rodada do Campeonato Mexicano Foto: Cesar Gomez/Jam Media/Getty Images

    Marlon Sortoda CNN

    Ouvir notícia

    Pelo menos 22 pessoas ficaram feridas no sábado (5) após uma briga entre torcidas durante um jogo de futebol profissional no México entre Querétaro e Atlas, no estádio Corregidora, em Querétaro, informou a Coordenação de Proteção Civil do estado.

    “Derivado dos acontecimentos registados na tarde deste sábado no estádio da Corregidora, o CEPC informa que até o momento não há registo de pessoas falecidas, 22 feridos, 9 deles transferidos para o Hospital Geral e destes, dois deles em estado grave” disse a entidade em comunicado.

    Tanto a Liga quanto a Federação Mexicana de Futebol informaram que abriram investigações sobre o incidente, ocorrido durante a partida entre Gallos Blanco del Querétaro e Atlas.

    Violência “inadmissível”

    Mikel Arriola, presidente executivo da Liga Mexicana de Futebol, condenou os acontecimentos e disse que os responsáveis ​​serão “punidos”.

    “Inadmissível e lamentável a violência no estádio Corregidora em Querétaro. Os responsáveis ​​pela falta de segurança no estádio serão punidos de forma exemplar. A segurança dos nossos jogadores e torcedores é prioridade! Continuaremos a relatar”, escreveu ele em sua conta no Twitter.

    Torcedores do Querétaro agridem torcedores do Atlas durante briga generalizada em partida no estádio La Corregidora, no Mexico / Foto: Cesar Gomez/Jam Media/Getty Images

    Times condenam a violência

    O clube Atlas disse que “lamenta e desaprova” o ocorrido, e que o futebol deve ser um “aliado para promover valores e diversão para toda a família”. A equipe pediu às autoridades que “investiguem minuciosamente e cheguem às últimas consequências, determinando as responsabilidades dos envolvidos”.

    Querétaro também condenou a violência no estádio e afirmou, em comunicado divulgado nas redes, que estão em “coordenação com as autoridades para que atuem vigorosamente contra qualquer responsável”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original

    Mais Recentes da CNN