Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Christian Eriksen faz retorno “especial” ao campo em que teve parada cardíaca

    Meio-campista volta a jogar no Parken Stadium, em Copenhague, em amistoso contra a Sérvia nesta terça-feira

    Christian Eriksen durante partida entre Dinamarca e Finlândia pela Eurocopa
    Christian Eriksen durante partida entre Dinamarca e Finlândia pela Eurocopa 12/06/2021Pool via REUTERS/Hannah Mckay

    Jack Bantockda CNN

    Ouvir notícia

    Christian Eriksen faz um retorno emocionante ao Parken Stadium nesta terça-feira (29), pouco mais de nove meses após sofrer uma parada cardíaca neste mesmo estádio.

    O meio-campista dinamarquês desmaiou durante a partida de seu país contra a Finlândia em Copenhague, válida pela Eurocopa 2020, no ano passado, precisando ser reanimado.

    Eriksen voltou ao futebol internacional de forma impressionante no sábado (26), marcando um gol em seu primeiro toque na bola na derrota da Dinamarca por 4 a 2 para a Holanda, em Amsterdã. Na partida realizada no estádio de seu ex-clube, o Ajax, o jogador de 30 anos foi recebido como um herói pela torcida holandesa.

    Porém, nesta terça-feira, 290 dias após seu colapso, um amistoso contra a Sérvia deixa Eriksen de olho em um retorno ainda mais “especial” e a chance de dar aos torcedores da casa lembranças novas e mais afetuosas.

    “Acho que é algo para o qual você não pode se preparar”, disse o meio-campista a repórteres. “A recepção na Holanda foi muito grande e minha expectativa é que seja ainda maior aqui. Este é o lugar onde aconteceu [a parada cardíaca] e as pessoas vão ver”, acrescentou.

    “Depois, as pessoas vão falar sobre isso como se tudo voltasse ao normal. Eles vão ter uma nova memória. Vai ser especial e estou ansioso por isso”, explicou.

    Recuperação rápida

    O jogo em casa será outro marco para Eriksen, que tem tido uma recuperação rápida e de sucesso desde a parada cardíaca.

    Depois de receber um desfibrilador cardioversor implantável (ICD) – um tipo de marca-passo cuja função é evitar paradas cardíacas fatais, descarregando um choque para restaurar o ritmo cardíaco regular – ele deixou a Inter de Milão, da Itália, para treinar com seu ex-clube Odense Boldklub, da Dinamarca.

    Afirmando em janeiro que seu coração “não era um obstáculo” para suas ambições de voltar ao futebol ou uma vaga na Copa do Mundo do Catar, Eriksen deu um passo ainda maior para esse objetivo quando assinou com o Brentford, um clube da Premier League, no final daquele mês.

    Eriksen
    / Foto: Martin Meissner – Pool/Getty Images

    Ele estreou pelo time do oeste de Londres no final de fevereiro, substituído com aplausos em uma derrota em casa para o Newcastle, antes de começar uma sequência de vitórias.

    Eriksen deu uma bela assistência na vitória por 2 a 0 sobre o Burnley, recompensada com a convocação da Dinamarca para os amistosos internacionais de março.

    Com mais duas eliminatórias da Copa do Mundo marcadas, a Dinamarca já garantiu a passagem com segurança para o Catar depois de dominar seu grupo de qualificação com nove vitórias em 10 possíveis.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN