‘É bem-vindo que Simone Biles fale de saúde mental’, diz psicóloga 

Ginasta norte-americana abandonou a final feminina por equipes nas Olimpíadas de Tóquio

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Em entrevista à CNN, a psicóloga e especialista em psicanálise pela USP Ana Volpe disse que é “bem-vindo” que pessoas como a ginasta norte-americana Simone Biles falem de saúde mental. A atleta ressaltou o cuidado com a própria saúde psicológica após abandonar nesta terça-feira (27) a final por equipes da ginástica artística nas Olimpíadas de Tóquio. 

“Mais do que nunca temos que falar de sentimentos”, disse a psicóloga. “Ela foi absolutamente treinada no exercício e na parte física, mas é preciso se atentar para a questão das soft skills, ou seja, as habilidades mais abstratas”, explicou.

“Isso é importante em mundos de alta performance, em que não se aceita o erro.”

Biles deixou a disputa depois de um desempenho abaixo do esperado na prova do salto. Ela seguiu no ginásio, torcendo pelas companheiras, mas acabou por aplaudir as ginastas da Rússia, que levaram o ouro. 

“Eu apenas não queria continuar”, disse a atleta.

Simone Biles (de máscara) ao lado das outras ginastas dos EUA nas Olimpíadas
Simone Biles (de máscara) ao lado das outras ginastas dos EUA nas Olimpíadas
Foto: Gregory Bull – 27.jul.2021/AP

(Publicado por Marina Motomura)

Mais Recentes da CNN