Fifa comemora liberação de viagem para jogadores vacinados da Premier League

Reino Unido anunciou que jogadores do futebol inglês com esquema vacinal completo podem viajar para países da chamada lista vermelha, como Brasil e Argentina

Partida entre os times ingleses Bournemouth e Liverpooll
Partida entre os times ingleses Bournemouth e Liverpooll Foto: Dylan Martinez-7.dez.2019-Reuters

Ana Carolina Nunesda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

A Fifa (Federação Internacional de Futebol) divulgou comunicado neste domingo (3) em que comemora a decisão do Reino Unido de permitir que jogadores da Premier League que estiverem totalmente vacinados possam viajar para países na lista vermelha do governo britânico.

A federação diz que “saúda a decisão do governo do Reino Unido de permitir que jogadores totalmente vacinados tenham a oportunidade de representar seus países nas próximas partidas das eliminatórias para a Copa do Mundo”, diz o texto.

O Reino Unido também permitiu que os jogadores vacinados possam treinar ou jogar quando entrarem em quarentena no retorno.

Muitos clubes se recusaram a liberar jogadores para países da lista vermelha, como Brasil e Argentina, no mês passado, e a Premier League estava tentando evitar uma situação semelhante que irritou as federações nacionais.

Por isso, a Fifa disse trabalhar em parceria com o governo do Reino Unido, a Federação Inglesa e a Premier League para encontrar “uma solução razoável, no interesse de todos”, e que a decisão do governo britânico é uma solução “muito mais desejável para a situação que os jogadores enfrentaram em setembro.”

No comunicado, a Fifa diz “que este é um passo positivo na direção certa e agradece o apoio e a cooperação de todas as partes interessadas no jogo durante um período desafiador.”

A nota da federação termina dizendo que a entidade encoraja a vacinação contra a Covid-19 e que endossa a posição da Organização Mundial da Saúde (OMS). “O acesso seguro, justo e equitativo é fundamental em todos os países. Os jogadores não devem ter acesso prioritário às vacinas.”

Quarentena

As regras do governo britânico exigem que aqueles que retornam de um país da lista vermelha para a Inglaterra façam a quarentena em um hotel por 10 dias, mas os jogadores agora serão colocados em “instalações sob medida” e terão permissão para treinar ou jogar.

“A nossa melhor defesa contra o vírus é a vacinação, e estas novas medidas permitirão aos jogadores totalmente vacinados cumprirem as suas obrigações internacionais da forma mais segura e prática possível, ao mesmo tempo que lhes permite treinar e jogar com os seus clubes o mais cedo possível após o seu regresso”, disse um porta-voz do governo à Reuters.

O intervalo internacional em que serão realizadas partidas das eliminatórias da Copa vai de 4 a 15 de outubro, com a Premier League sendo retomada em 16 de outubro.

Os jogadores que retornam das seleções nacionais serão totalmente segregados do público por 10 dias e “mitigações e protocolos de saúde pública significativos” estarão em vigor quando eles deixarem as instalações para treinar ou jogar pelo clube, segundo a nova determinação.

*Com Reuters

 

Mais Recentes da CNN