Fórmula 1 tornará obrigatória a vacinação contra Covid-19 na temporada 2022

Medida valerá para todos os pilotos competidores, imprensa, FIA, detentores de direitos comerciais e até famosos convidados para o evento

Max Verstappen e Lewis Hamilton lado a lado no início do Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1.
Max Verstappen e Lewis Hamilton lado a lado no início do Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1. Reuters/Mike Blake

Abhishek Takleda Reuters

Ouvir notícia

A Fórmula 1 tornará obrigatório que todas as pessoas que trabalham no paddock estejam totalmente vacinadas contra a Covid-19, sem isenção, a partir desta temporada, disse um porta-voz da categoria nesta segunda-feira (31).

A obrigatoriedade, que foi noticiado pela primeira vez pelo jornal Times e pela BBC, se aplicará a qualquer pessoa que entrar no paddock – uma área exclusiva na qual equipes e pilotos se instalam para um fim de semana de corrida.

“A F1 exigirá que todos estejam totalmente vacinados e não solicitará isenções”, disse o porta-voz.

Isso incluirá todos os pilotos competidores, equipe de hospitalidade, imprensa, a FIA, detentores de direitos comerciais e até convidados famosos.

A obrigatoriedade foi aprovada em uma reunião de dezembro do Conselho Mundial de Automobilismo da FIA.

As notícias do passaporte de vacina na Fórmula 1 vêm após a controvérsia sobre o tenista Novak Djokovic e o Aberto da Austrália.

O número um do mundo foi detido pelas autoridades de imigração em 6 de janeiro, liberado por um tribunal em 10 de janeiro, depois detido novamente antes de ser forçado a deixar a Austrália após uma decisão final do tribunal que confirmou a decisão do governo de cancelar seu visto.

As novas regras questionam o futuro do piloto de longa data Alan van der Merwe.

O sul-africano, que desempenhou um papel fundamental no resgate de Romain Grosjean de um acidente no GP do Bahrein de 2020, optou por não ser vacinar por motivos pessoais.

A FIA não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre a obrigatoriedade de vacinação ou o futuro de Van der Merwe.

A Fórmula 1 está marcada para um calendário recorde de 23 corridas este ano, com corridas como Cingapura, Japão, Canadá e Austrália, que foram canceladas nos últimos dois anos, programadas para retornar.

O esporte realizou com sucesso duas temporadas em meio à pandemia, adotando um sistema de bolhas e testagem regular.

A temporada de 2022, que contará com todos os carros novos projetados para uma revisão radical das regras da categoria, começa no Bahrein, em 20 de março.

Relembre imagens do último GP de São Paulo

Mais Recentes da CNN