Fundo americano fecha pré-contrato para compra da Sociedade Anônima do Botafogo

Grupo Eagle Holding aceitou a contraproposta firmada pelo clube carioca

Douglas Portoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O fundo americano Eagle Holding assinou, nesta sexta-feira (24), um pré-contrato para a compra da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Botafogo. O grupo é liderado por John Textor, co-proprietário do Crystal Palace Football Club, do Campeonato Inglês.

Foi aceita pelos americanos uma contraproposta apresentada pelo clube carioca. Ainda serão realizados os trâmites jurídicos para a formalização da parceria.

A lei que regulamenta as SAFs foi sancionada em agosto pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) após ser aprovada no Congresso Nacional. Com isso, os clubes podem abrir capital na bolsa de valores, emitir debêntures e atrair investidores estrangeiros, por exemplo.

“É com grande satisfação que anunciamos esse marco histórico no Botafogo. Um clube da nossa grandeza terá um parceiro de altíssimo nível para investir e criar as condições que nos possibilitem retomar o protagonismo no futebol brasileiro e mundial. Agora, iniciamos uma segunda etapa do processo, igualmente importante, antes de formalização da nova constituição jurídica”, declarou, em nota, o presidente do Botafogo, Durcesio Mello.

“Foram nove meses de muito trabalho sério e profissional para chegar ao fim de 2021 com o Botafogo na Série A e agora com um investidor na SAF. Estou muito feliz por poder contribuir com o Glorioso. Feliz natal e saudações alvinegras”, continuou o CEO do Botafogo, Jorge Braga.

O movimento do Botafogo acontece após Ronaldo Fenômeno firmar a compra da SAF do Cruzeiro, em 18 de dezembro. Foram adquiridos 90% das ações pelo ex-jogador por R$ 400 milhões.

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN