NBA irá punir jogadores que se recusarem a tomar vacina contra a Covid-19

Atletas não vão receber por partidas que ficarem fora por causa de restrições contra a doença

Sérgio Patrickda CNN

Em Miami

Ouvir notícia

A maior liga de basquete do mundo decidiu punir os atletas que não se vacinarem contra a Covid-19. A NBA disse que os jogadores não imunizados não serão pagos pelas partidas que deixarem de jogar por restrições, nos Estados Unidos.

Com ampla vacinação para todo o público adulto, o país tem um alto índice de pessoas que nem a primeira dose tomaram ainda.

A Associated Press teve acesso ao protocolo sanitário da NBA. Com isso, a própria liga disponibilizou em seu site as recomendações de saúde e segurança com relação a Covid-19. As medidas começam a valer em 19 de outubro.

A associação de atletas diz que mais de 90% já se vacinaram. No entanto, ainda há jogadores que não confirmaram a imunização e dizem que estão tratando do assunto de forma privada.

Além do corte de pagamento quando não conseguirem participar de partidas, os jogadores correm o risco de não poderem atuar em cidades como Nova York e São Francisco, que têm restrições locais para não-vacinados em grandes eventos.

Atletas que não comprovarem a vacinação também não poderão fazer refeições com os demais integrantes do time, terão armários afastados e serão obrigados a usar máscara e manter distanciamento em qualquer reunião da equipe.

Mais Recentes da CNN